Modelos 50+: um ‘mundo’ de beleza e glamour; mas TAMBÉM de muito trabalho e dedicação

Você viu uma propaganda de agência de modelos maduras no Facebook e ficou interessada? Sempre sonhou em trabalhar como modelo e agora quer realmente levar isso a sério? Então, é bom saber ‘a real’ desse mercado…

Ana Claudia Vargas

Matérias sobre modelos maduras geralmente focam no mercado  estrangeiro e mostram mulheres maravilhosas de cabelos grisalhos (ou não) em sessões fotográficas ou nas passarelas de desfiles internacionais. Vemos a Jane Fonda na capa de alguma  revista; ‘aquela’ modelo americana tão maravilhosa que ‘nem parece ter 50 anos’ e tudo isso, é claro, são sinais de que esse mercado está sim, a todo vapor.

Também aparecem nas redes sociais, em certos períodos, propagandas de agências que ‘dizem’ estar em busca de mulheres acima dos quarenta anos e esse chamado brilha para  algumas que guardaram, ao longo da vida, esse desejo de se tornarem modelos. Talvez você seja uma dessas mulheres que por uma razão ou outra, não seguiu esse caminho e hoje vislumbra essa possibilidade, afinal, todos dizem o quanto você é bonita ‘ainda’ (essa palavra bastante inadequada), ‘conservada’ (essa também é terrível) e por aí afora.

Mas vamos esquecer os clichês, porque o  objetivo declarado dessa matéria é mostrar sim, que há um lado glamouroso no mercado de trabalho das modelos maduras e sem isso, é claro, ele não existiria (o que seria da moda sem o glamour?); mas que como qualquer outro trabalho, há que se encarar de forma comprometida e dedicada.

E se você sempre sonhou com essa profissão, é bom que saiba disso de forma objetiva e direta para que o excesso de fantasia e imaginação não a decepcione.

Para ‘falar’ desse mercado de forma ampla, fizemos algumas perguntas pra Maria Rosa Von Horn, diretora da Fifty Models que já esteve aqui no Plena contando sua trajetória e como ela respondeu, por e-mail, em detalhes (o que é ótimo); vamos dividir a matéria em duas partes.

Primeira Parte

 Mechas, tatuagens, sobrancelhas falsas…esqueça tudo isso se quiser trabalhar como modelo 50+!

Maria Rosa, para começar: se uma pessoa de mais de 50 anos estivesse diante de você agora, querendo trabalhar como modelo, quais aspectos seriam avaliados, além, é claro, da beleza natural?

Esta pessoa deverá ter pele, dentes e cabelos bonitos e saudáveis. Boa forma física. Boa fotogenia. Vamos detalhar:

  • Cabelos devem ser fartos e naturais: grisalhos estão em alta ou tingidos somente com retoque  na  raiz;
  • Sorriso bonito;
  • Pele sem manchas e sem olheiras;
  • Manequim compatível com a altura (até o 42) e, preferencialmente, alta. Aquelas com mais de 1.70m têm grandes chances.

Uma mulher que sempre foi considerada bonita, se quiser trabalhar profissionalmente como modelo, precisaria fazer o quê? Começaria por onde?

Hoje  descobri que a perfeição de traços e a beleza plástica é o que menos importa   para  uma modelo fazer sucesso na maturidade. Mas nunca esqueça: os requisitos acima são fundamentais. Para os trabalhos de passarela a altura ainda é  primordial,  aliada a  boa forma.  Para as campanhas de beleza, o aspecto saudável, a leveza, a fotogenia e a elegância são determinantes.  Se  quiser ser modelo, você deve antes observar-se  com atenção e  ver  se está no perfil que o mercado busca. Ser apenas bonita e estar “bem apanhada para idade” não bastam. Infelizmente, é assim que acontece.

 Existe muita desinformação e fantasias sobre o mundo da moda e da beleza; isso desde sempre e em qualquer idade; penso que isso causa muita confusão. Pessoas bonitas que nunca lidaram com moda, veem as propagandas de algumas agências e depois, quando se deparam com a realidade, se sentem mal, porque percebem que há todo um processo. Fale sobre isso, por favor.

Sim. Há todo um processo e despesas como em qualquer atividade ou trabalho no qual se queira atuar. Para  ser juiz você irá gastar com livros e estudar, para ser uma confeiteira irá fazer cursos etc. Para ser modelo da maturidade é a mesma coisa. Além dos requisitos físicos, há despesas com cursos de passarela, fotos, book sempre atualizado. Para ser modelo FM, após passar pela ‘peneira’ rigorosa há o pagamento da taxa de manutenção  do perfil  no site porque tudo tem um custo. Inclusive o espaço na rede com muitas fotos. Não se iluda. Ninguém trabalha gratuitamente para ninguém. Se disserem que não cobram nada, irão exigir o book feito por eles ou “engavetar” seu perfil e mirar na quantidade e jamais na qualidade.  Já a FM trabalha somente com perfis que atendam ao que o mercado pede e divulga este perfil.  Por isso nosso cast é fechado, limitado e temporário para a divulgação personalizada de cada uma.

O mercado da beleza/moda é muito idealizado mas isso, se estimula a publicidade em torno do negócio (algo natural e necessário, claro) também contribui para que algumas pessoas  achem que basta que sejam bonitas e pronto…poderia falar sobre isso?

Verdade! As pessoas imaginam que basta ser bonita para “virar” modelo. Claro que ser bonito ou bonita ajuda  muito mas não é mais  passaporte para o sucesso.  Atualmente  a beleza clássica deu espaço para o “interessante”, o “diverso” e para pessoas de qualquer idade que fotografem bem, tenham uma presença marcante e  causem empatia no consumidor. Estas  sim,  têm grandes chances. Percebo isso nos meios de publicidade e na moda, poucas são as pessoas bonitas de verdade. E justamente por isso, as  candidatas  “acham” que por serem mais bonitas que aquela que  está na  revista ou na propaganda,  vão fazer sucesso. Ledo engano.

Não se iluda. Ninguém trabalha gratuitamente para ninguém. Se disserem que não cobram nada, irão exigir o book feito por eles ou “engavetar” seu perfil e mirar na quantidade e jamais na qualidade.  Já a FM trabalha somente com perfis que atendam ao que o mercado pede e divulga este perfil.  Por isso nosso cast é fechado, limitado e temporário para a divulgação personalizada de cada uma.

Uma modelo de 50 anos não é como aquela de 18; mas se isso é ótimo por um lado (pois há a valorização da maturidade); também ‘vende’ a falsa ideia de que qualquer pessoa bonita de qualquer idade pode ser modelo… além da beleza física o que a pessoa madura que quer ser modelo DEVE ter? Algo imprescindível.

É verdade.  Uma modelo de 50 jamais será igual a uma modelo de 18 e nem deverá tentar ser. Cada fase tem sua beleza única. É mais fácil descrever o que elas NÃO DEVEM SER OU TER se pretendem ser modelos nesta idade:

  • Cabelos loiros longos e encaracolados a “la  Gisele Bünchen”: muitas mulheres acreditam que por terem um corpo bacana podem tudo. Resposta: não podem para trabalhar como modelos. Tentar aparentar uma garota de 20 aos 50, jamais! No mínimo, e por mais linda que seja, vai parecer uma “gata velha”;
  • Cabelos longos (só para as com muita atitude e personalidade);
  • Sobrancelhas fake (aquelas pintadas, socorro...);
  • Botox e lábios preenchidos (horrível em todas);
  • Loiras ou morenas com olhos pintados de preto tipo sexy (fica brega e vulgar);
  • Mechas, ficam péssimas em fotos. Geralmente modelos com mechas não são aprovadas;
  • Tatuagens: evite cair no perfil de ‘gata velha’;
  •  Fotos de book sensuais com caras, bocas e biquinhos, roupas apertadas e juvenis são  os piores caminhos para se percorrer após os 50;
  • Silicone: menos é mais!! Faça ginástica. Opte pela  alimentação  saudável, mantenha braços e pernas firmes e magros . Seios pequenos e delicados, a roupa cai muito melhor;
  •  Cirurgias plásticas se necessárias, apenas corretivas e discretas;
  • Pernas curtas: infelizmente não rola;
  • Unhas longas, pintadas de cores escuras (jamais);
  • Cílios falsos enormes : não;
  • Pele bronzeada com marquinhas do biquíni (esqueça);
  •    Maquiagem excessiva, acessórios excessivos, brilhos, muito couro e cintos (salvo se for uma mulher com muuuita atitude geralmente com mais de 70 anos… aí pode tudo).

Já deu pra perceber que tudo que é falso,  que tende  pro  sensual e busca “ocultar a idade” fica over e não rola nesta etapa da vida?  Por isso, as candidatas se decepcionam e não entendem. Acreditam que são lindas, sexies,  as pessoas dizem que elas  são  lindas e deveriam ser “modelos”, agências dizem que elas são lindas, os maridos e filhos dizem que elas são lindas e elas são!  Mas elas JAMAIS irão fazer qualquer trabalho na área da beleza e da moda. Aqueles requisitos físicos que eu disse no começo, raríssimas têm e nenhum deles está atrelado à beleza plástica, e sim, à saúde e hábitos saudáveis. Some-se a isso a elegância, a classe, a leveza nas atitudes e, se tiver uma pitada de beleza, temos uma tremenda MODELO!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário