Reforma da Previdência: mulheres terão que trabalhar tanto quanto os homens para se aposentarem

Posted by
 
Proposta defendida pelo Ministério da Fazenda  acaba com critérios de diferença de gênero e adota idade mínima de 65 anos para trabalhadores e trabalhadoras como condição para requerer o benefício do INSS

 

Redação Plena

 
Uma proposta defendida pelo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e apresentada ao Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e de Previdência Social acaba com critérios de diferença de gênero e adota idade mínima de 65 anos para trabalhadores e trabalhadoras como condição para requerer o benefício do INSS. O tempo mínimo de contribuição também sobe para elas, de acordo com o que quer a pasta. Passa a ser de 35 anos e não mais 30 anos.
 
Na mesma linha, seriam eliminadas as diferenças existentes hoje entre as regras de aposentadoria da área urbana e rural. Atualmente, os trabalhadores do campo contam com normas específicas, que dispensam a contribuição ao sistema previdenciário, exigindo-se apenas a comprovação de que trabalharam efetivamente na área rural pelo período de quinze anos. A confirmação do período de trabalho pode ser feita mediante uma declaração de sindicatos rurais, mecanismo considerado vulnerável a fraudes e manipulações.  
 
Os integrantes do Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e de Previdência ainda não se pronunciaram sobre a proposta encaminhada pelo Ministério da Fazenda. 
 

Deixe um comentário