Saldões de ano novo: Para as ofertas valerem a pena, é preciso conhecer seus direitos

Posted by
Veja algumas dicas antes de sair para as compras

 

Redação Plena

 
Já passou o tempo em que o período de compras terminava com a chegada do Natal. A cada ano mais brasileiros aderem aos saldões de ano novo a fim de fugir dos altos preços das festas e comprar eletrodomésticos, móveis e eletrônicos a preços mais acessíveis.
 
Mas o especialista em direitos do consumidor Ricardo Vieira de Souza alerta que, antes de sair para as compras, é preciso tomar nota de algumas dicas importantes.
 
Estrategicamente, as liquidações das grandes redes duram poucos dias ou, em alguns casos, somente algumas horas. A ampla divulgação na mídia e o pouco tempo para escolher a mercadoria pode levar a compras por impulso. Dr Ricardo explica que estas promoções surgem da necessidade das lojas de esvaziarem seus estoques e reabastecerem as prateleiras com a nova linha de produtos.
 
Neste tipo de promoção, as lojas podem vender produtos de mostruário e com pequenas avarias como arranhões ou ausência de acessórios, mas mesmo nestes casos o produto não pode conter nenhum tipo de avaria que o torne imprestável ao consumo.
 
É imprescindível que o consumidor seja informado quanto a extensão do defeito, caso ele exista, e esta informação também, deve constar detalhadamente no cupom fiscal.
O especialista destaca que, nestes casos, considerando-se o fato de que o consumidor tem conhecimento do defeito do produto, ele não terá direito à indenização ou à troca por outro em perfeito estado, pois a redução do valor compensa o vício e representa uma antecipação do abatimento proporcional do preço. Mas atenção, se a loja não especificar o defeito do produto em nota fiscal o consumidor pode ser beneficiado, podendo exigir a solução do vício, abatimento do preço e até a devolução do valor pago, se o produto se tornar inadequado ao uso esperado.
 
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *