Que tal começar a ler um romance, uma biografia, um livro sobre viagens? O importante é ter a leitura como um hábito

Posted by
Alguns projetos, como o Programa +60 da Biblioteca de São Paulo, buscam incentivar a leitura entre os idosos. Veja quais são as obras mais lidas por este público

 

Por Mariana Parizotto

Como já sabemos, infelizmente o  quadro de brasileiros que leem com frequência não é muito animador, principalmente entre pessoas com mais de 60 anos, que, apesar de estarem com a vida mais tranquila, em sua grande maioria, não ocupam o tempo livre com a leitura.
 
De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro, 11% dos não-leitores têm entre 60 e 69 anos.
 
Mas alguns projetos bem interessantes estão ajudando a mudar este cenário. O Programa +60 da Biblioteca de São Paulo, por exemplo, oferece diversos serviços e incentivos gratuitos ao público sênior, o que inclui empréstimos de livros de todo o acervo, consultas de revistas e jornais, além de programação cultural . Um dos pontos altos do programa é o espaço para leitura, que por meio de um ambiente acolhedor favorece os relacionamentos interpessoais, dando a possibilidade dos idosos estarem em contato com diversas faixas etárias.
 
Para os que preferem ler em casa, é possível retirar até cinco obras por 15 dias. 
 
A Biblioteca São Paulo e a Biblioteca Parque Villa-Lobos, ambas instrumentos do Governo do Estado de São Paulo, possuem juntas mais de 4 mil sócios com mais de 60 anos, e trabalham em conjunto para aumentar este número. Para tanto, investem  em atendimento humanizado, individualizado, centrado nas características do público frequentador.
 
As obras preferidas do público +60
 
A Biblioteca São Paulo, que é parceira do Portal Plena, divulgou com exclusividade as obras mais lidas pelos idosos, de acordo com os dados de livros retirados em junho. Confira:
 
Usuários entre 60 a 69 anos:
 Que falta você me faz 
 50 versões de amor e prazer: 50 contos eróticos por 13 autoras 
O redentor 
Bem-casados 
Confesso que menti 
Pássaro raro: memórias de perda e amor 
A humilhação 
A teoria de tudo 
A biografia íntima de Leopoldina: a imperatriz que conseguiu a independência do Brasil 
A hora é agora! 
 
Usuários entre 70 e 79 anos
Seara vermelha 
É agora… ou nunca 
A chave de Sarah 
Como desenhar quadrinhos no estilo Marvel 
Mossad: os carrascos do Kidon 
O lago místico 
Bruxa da noite 
10 lições sobre Maquiavel 
A arte de Steve Jobs: princípios revolucionários sobre inovação
 
Você já leu alguma destas obras? Se não leu, que tal começar a leitura de um novo romance, uma biografia, um livro sobre viagens? O importante é ter a leitura como um hábito, afinal ela amplia os conhecimentos, desenvolve o senso crítico, estimula a criatividade e é uma grande aliada para deixar o ‘cabeça em dia’ e o cérebro ativo.
 
Caso queira conhecer as duas bibliotecas citadas na matéria, aí vão algumas informações:
 
A Biblioteca de São Paulo funciona de terça a sexta-feira, das 9 às 21 horas. E aos sábados, domingos e feriados, das 9 às 19 horas. Acesse o site e confira a programação cultural e os títulos disponíveis no acervo.
 
A BSP fica na Av. Cruzeiro do Sul, 2.630 Parque da Juventude Santana, ao lado da Estação Carandiru. 
 
A Biblioteca Parque Villa-Lobos, conhecida por seu ambiente vivo e dinâmico, trabalha a inclusão social por meio da leitura, promovendo e incentivando assim o prazer de ler para todos os cidadãos, de todas as faixas etárias. Saiba mais clicando aqui.
 
A BVL fica na Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001, Alto de Pinheiros. Telefone: (11) 3024-2500. Funcionamento do parque: de terça a domingo, das 10 às 19 horas.
 
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *