gian1.jpg

A oportunidade de retribuir: “Agora é minha vez de cuidar dos meus avós”

Posted by
O aumento da expectativa de vida tem levado a uma nova situação: netos que se dedicam aos avós, seja para cuidar ou para aproveitar essa convivência; Giancarlo Pincelli cravou na pele esse amor

 

por Mariana Parizotto

O aumento da expectativa de vida tem levado a uma maior vivência entre avós e netos. São diversas as histórias daqueles que um dia foram cuidados e hoje desempenham esse papel. Os netos costumam chamar isto de “oportunidade de retribuir”.
 
Já relatamos aqui diversas histórias de netos que dedicam boa parte de seu tempo aos avós, seja para cuidar ou para aproveitar essa enriquecedora relação.
Hoje vou contar um pouco sobre o Giancarlo Pincelli, que estudou comigo na infância. O Giancarlo era daqueles meninos bem arteiros… creio que hoje ele tenha a minha idade, 29 ou 30. 
 
Tatuador profissional, Gian postou outro dia no Facebook uma foto com os avós, estavam indo ao médico. A legenda da imagem dizia “Vovô, Vovó, Eu e Deus no comando. Eu já disse uma vez pra vocês: ‘Daqui eu não saio e daqui ninguém me tira’. Amor e Gratidão por estarem sempre comigo e participarem de meus projetos malucos, como a vó diz. Estaremos sempre juntos”. 
 
Achei tão doce a foto e o texto que tomei a liberdade de perguntar a ele como se sentia ao poder conviver com os avós e cuidar deles. A resposta compartilho com vocês:
 
“Eles me criaram, me deram todo o amor que um neto podia ter. São meus lindos! Descobrimos que meu avô tem  Parkinson há um ano e meio… ele estava desanimado, memória fraca, dando passos falsos. Achamos que era problema psicológico e fomos ao psiquiatra, que o entupiu de medicamentos.  Foi uma fase difícil, sentia que podia perder ele, mas não desanimamos. Mudamos de médico e chegamos então ao diagnóstico. Daí em diante foi mais tranquilo. Já na primeira semana vimos o efeito do medicamento e ficamos felizes. Hoje ele está ativo e com muita saúde.  O médico disse que ele está 100%, só que não pode parar com o remédio. Uma vez por mês visitamos o neurologista. Eles são meus amores. Fizeram tanto por mim que me sinto na obrigação e movido pelo amor de estar sempre ao lado deles. Meu avô se chama Benedito Aparecido de Lima e tem 81 anos e a minha Avó se chama Anita Polida de Lima e tem 78 anos. Ambos estão no meu coração e na minha pele!”
 

gian1.jpg

 
Sim! Giancarlo tem uma tatuagem incrível em homenagem aos avós!
 
Que mais histórias assim apareçam para serem relatadas aqui no Plena.
 

Deixe um comentário