Internado com Alzheimer Maguila revela: “Quero viver muito”

Posted by
Aos 57 anos, ex-pugilista concedeu uma entrevista ao programa Domingo Show. Confira:

 

 

Redação Plena

 
Em uma reportagem de quase duas horas, a Record mostrou no último domingo o drama do ex-pugilista Adilson Rodrigues, o Maguila, que tem Mal de Alzheimer. Em uma longa homenagem com toques de melodrama, o programa "Domingo Show" se encontrou com o ex-lutador no hospital onde está internado há nove meses. 
 
Na matéria, o ex-lutador foi exaltado pelo apresentador Geraldo Luís, que o chamou de "maior atleta de todos os tempos". Eu um momento emocionante, Maguila declarou que "só para de lutar quando morrer. Vou lutar até o fim. Campeão é campeão".
 
Esta foi a primeira vez que o ídolo apareceu na mídia desde que compareceu ao velório do apresentador Luciano do Valle, em abril de 2014.
 
Antes de encontrar pessoalmente Maguila, Geraldo conversou com a mulher do lutador, Irani, que contou que ele começou a ter sintomas de depressão já em 2000, quando estava deixando os ringues, e há quatro anos foi diagnosticado com a  demência.
 
Ela também afirmou que o problema foi, sim, causado pela profissão de Adilson, que já não tinha permissão médica para lutar em sua última aparição no ringue, contra o brasileiro Daniel Frank.
 
Aos 57 anos, visivelmente mais magro e envelhecido, Maguila mostrou que não perdeu sua tranquilidade e determinação mesmo doente, chegando a afirmar para o apresentador que a vida é uma luta constante e que vai lutar até seu último dia. "Quero viver muito", disse ele na ocasião.
 
 Com 85 lutas, sendo 77 vitórias, sete derrotas e um empate no cartel, Maguila terá um cinebiografia:  terá sua vida contada em um filme e seu dia a dia em um documentário na web.
 
Veja abaixo trechos da entrevista:
 

 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *