60anos.jpg

Mulheres +60 querem viver bem e aproveitar as oportunidades que a idade traz. O segredo da beleza está aí

Posted by
“Se sou uma mulher bonita não sei, mas tenho certeza de que sou uma mulher apaixonada pela vida”, diz Idalina Soares, uma das modelos do projeto Senhoras do Calendário

 

Por Mariana Parizotto

 
 
É rotina: todo dia depois de acordar ela se prepara para uma agenda cheia de atividades. De maquiagem e muito bem arrumada, participa de grupos, faz trabalho voluntário, caminha, tem aulas em um curso de modelo e ainda dá conta de curtir os filhos, netos e bisneta. Aos 78 anos, a aposentada Idalina Soares é o retrato da nova mulher +60 brasileira. Avessa a rótulos, a carioca adora uma boa conversa e garante que tem energia de sobra para aproveitar as oportunidades que a vida oferece, “cuido da minha aparência, mas cuido principalmente do meu interior. Sou muito ativa, sempre gostei de trabalhar fora, de conversar, de produzir. Tenho um astral bom e isso facilita muito as coisas. A idade traz limitações, claro! Mas não nos impede de viver, de sentir, de querer, de desejar. Se sou uma mulher bonita não sei, mas tenho certeza de que sou uma mulher apaixonada pela vida”, conta.
 
Idalina é uma das mulheres que estamparam o Senhoras do Calendário 2015, projeto  já conhecido no Rio há oito anos que ajuda algumas instituições do Rio de Janeiro. Pela primeira vez, o idealizador do calendário, Eduardo Araúju, optou por um ensaio com idosas nuas, “a intenção foi quebrar paradigmas, mostrando que a mulher é bonita em qualquer idade”, explica o produtor visual, que também tem uma escola de modelo e manequim para mulheres maduras. “Tanto com o projeto do calendário, quanto nas aulas de passarela, percebo que elas só querem aprender a se amar, querem ser desejadas. A sensualidade nestas mulheres está viva. Esse bem estar não se compra na farmácia, é preciso despertar o eu interior”, comenta Eduardo.
 
Bem estar é exatamente o que procura Cláudia Carrato Grande, presidente de uma assistência social na Granja Vianna (SP), a ASSA. Aos 59 anos, Claudia decidiu relatar no Facebook suas caminhadas diárias, suas dietas e o que estava fazendo para chegar aos 60 com saúde. Hoje, 7 meses depois do Projeto 60 Anos estrear na rede social, já são mais de 60 mil seguidores. Além de compartilhar dicas do que fazer para melhorar a autoestima, Cláudia publica diversos conteúdos que valorizam a beleza da mulher madura, “primeiro é preciso aceitar que envelhecer é natural. O que não é natural é ter vergonha de amadurecer e se entregar. O exercício é o nosso principal aliado. É muito difícil manter nosso peso na nossa idade sendo sedentária. Portanto, exercite-se! Tudo fica mais bonito, o corpo, a pele, o astral,até os cabelos, já que o sangue circula com maior intensidade e manda as toxinas embora”, aconselha.
 

60anos.jpg

 
Beleza é um estado de espírito
 
Muito sem engana quem associa beleza à jovialidade. Essa é outra dica da Cláudia. “Não tente seguir padrões. Se arrume e se vista de acordo com o deu tipo físico e com o que te deixa confortável. Não queira parecer ter menos idade do que tem. Não exagere nas plásticas e procedimentos estéticos. Você parecerá uma Brasília velha e reformada e vai acabar ficando deformada. Beleza significa saúde e alegria”.
 
Cláudia revela que a mídia e a publicidade estão começando agora a enxergar o público +60 como ele realmente é e isso ajuda a quebrar os tabus que tanto prejudicam a autoestima dos idosos, “é muito difícil se aceitar e se gostar, quando tudo o que você olha diz que ‘ser velho é feio’. Que bom que este cenário está mudando. Estamos deixando de ser invisíveis e nas propagandas que nos rodeiam agora, tem gente feliz na nossa idade, o que incentiva os nossos cuidados e a nossa vontade de viver melhor”, relata.
 
Gostar de si mesmo é, no mínimo, libertador. Que tal tentar?
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *