O que eu quero para 2016? Mais respeito, por favor!

Posted by
Será pedir muito por uma sociedade mais respeitosa com o idoso? Será pedir muito para que os jovens consigam nos enxergar e valorizar nossa experiência?  Veja este belo texto de uma secretária de 63 anos

 

Redação Plena

 
 
Caros leitores, começaremos 2016 com este belo texto da Ivany Gonçalves, uma secretária de 63 anos. O desejo dela para este ano é o mesmo que o da equipe do Portal Plena. A Ivany representa cada um de vocês, e é por vocês e para vocês que produzimos diariamente conteúdos relevantes e informações que contribuem para uma melhor qualidade de vida na maturidade. Aqui trabalhamos para que o idoso seja protagonista de sua vida, e para isso precisamos disseminar, lutar e cultivar uma palavra bem simples mas de importância imensa: RESPEITO.
 
Vamos ao texto da querida Ivany:
 
 
"O maior desafio de envelhecer é a aceitação de tudo, o tempo todo: que o meu corpo não reage como a minha cabeça ainda acredita que ele faça, aceitar que não posso andar e procurar alguma coisa na bolsa ou olhar para cima porque eu certamente vou cair.
 
Também não devo me magoar quando ouvir dos outros na rua, no trânsito, "SUA VELHA". E como aceitar que agora  estou ficando praticamente invisível?
 
É um exercício contínuo, diário e só não me sinto deprimida por uma grande força interior que mantém meu ânimo. É triste entender que esse fato é inexorável e tem que ser aceitado, tem que ser assimilado, para que a vida não perca todo o sentido.
 
Será pedir muito por uma sociedade mais respeitosa com o idoso? Será pedir muito para que os jovens consigam nos enxergar e valorizar nossa experiência? "
 
Como diz o psiquiatra e escritor Augusto Cury: “O intervalo de tempo entre a juventude e a velhice é mais breve do que se imagina. Quem não tem prazer de penetrar no mundo dos idosos não é digno da sua juventude…” 
 

Deixe um comentário