“Precisamos nos manter ativos. Escrevo pelo menos 3 textos por dia. Isso me mantém lúcida e viva”, conta a dona da Comunidade dos Sessentões

Posted by
História para motivar: veja o relato de Regina Célia Souza, de 70 anos

 

Por Mariana Parizotto

 
Sempre buscamos compartilhar aqui no Plena histórias que possam motivar outras pessoas. Existe muita gente por aí quebrando tabus e dando uma nova cara à terceira idade. São pessoas ativas, participativas e que procuram constantemente compartilhar experiências, superar os limites que a idade impõe e aproveitar as oportunidades que esta fase da vida traz.
 
O relato de hoje é Regina Célia Souza, criadora da Comunidade dos Sessentões, que conta com mais de 5 mil membros no Facebook. Aos 70 anos e com alguns problemas de saúde, ela garante que suas atividades diárias – principalmente a produção de textos – são a razão dela se manter de pé e lúcida, como se tivesse 30 anos.
 
Veja:
 
"Eu faço ginástica cerebral todos os dias. Todos os dias escrevo pelo menos 3 artigos novos para meus sites e sites de clientes. Eu tenho 70 anos, escrevo, recrio textos, formato blogs e invento. Administro vários grupos no Facebook e desde que me levanto até a hora que vou dormir estou em atividade. 
 
A cada 1 hora, saio do computador para caminhar, dançar ou fazer atividades domésticas. Poucas vezes sinto lapsos de memória e isto só acontece se eu estiver em situação de estresse, do contrário sou uma pessoa de 70 anos que se orgulha de ter tanta ou quase a mesma agilidade no teclado como tinha aos 20 anos. Talvez aos 20 não tivesse tudo que tenho hoje. 
 
Tenho o grupo COMUNIDADE DOS SESSENTÕES no Facebook e criei um blog onde conto histórias, posto poesias e faço também artigos e apresentação de serviços profissionais. Todos os dias tento fazer com que os membros da comunidade  visitem o blog para treinar a leitura,  pois o Facebook é uma rede social que usa em demasia efeitos visuais e pouca comunicação verbal ou escrita. Vejo muitos grupos onde a interação é quase proibida, quando não proibida mesmo, entretanto, no meu grupo eu procuro dar a liberdade de ação, e me proponho ajudar sempre que posso. 
 
Depois de 4 cirurgias de câncer e a perda de 100% de um seio e 70% do outro, além da perda da tireoide, o que me deu 30 kg de peso a mais, estes projetos me ajudam a ficar viva".
 
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *