Homossexualismo, sexo e muitas emoções na terceira idade: série ‘Grace e Frankie’ quebra tabus e conquista o público sênior

Posted by
Um dos pontos altos da comédia dramática é mostrar que mulheres, independente da idade, devem tratar da sua sexualidade com liberdade

 

Redação Plena

Uma série do Netflix, serviço de transmissão online de filmes e séries, está conquistando o público com mais de 60 anos. Quebrando o tabu de que chegar à terceira idade significa uma vida pacata e sem grandes emoções, a comédia dramática Grace e Frankie é estrelada por Jane Fonda, vencedora de dois Oscars, Lily Tomlin, Martin Sheen e Sam Waterston.
 
O quarteto Frankie, Grace, Robert e Sol protagoniza histórias cheias de descobertas e reviravoltas . No enredo, os maridos de ambas as personagens femininas revelam-se amantes, relação mantida durante os últimos 20 anos. O pedido de divórcio duplo dá início à trama, que se desenrola a partir da convivência forçada delas, que sempre se detestaram, e a chance deles de viver o amor realmente como um casal.
 
Enquanto Grace é elegante, neurótica e careta, Frankie é uma perfeita hippie que ganhou mais linhas de expressão. Durante a primeira temporada, elas choram e sorriem e nos fazem compartilhar destas mesmas emoções. 
 
Assuntos como dependência química e racismo estão na pauta, porém não são aprofundados.
 
Um dos pontos altos da série é mostrar que mulheres, independente da idade, transam e devem tratar da sua sexualidade com liberdade. Seja com amor ou casual.
 
Veja o trailer:

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *