Responsáveis por 18 milhões de viagens em território nacional em 2014, idosos viram os “queridinhos” de hotéis e resorts

Posted by
Empreendimentos têm investido em atendimento diferenciado, atividades exclusivas e ações que trazem bem estar para conquistar este público. Veja o exemplo do Resort Bourbon Cataratas

 

Redação Plena

 
 
Depois de tanto trabalhar durante a vida, nada mais justo do que poder descansar, conhecer novos lugares e se divertir. Muitos idosos têm seguido recomendações como estas e buscando novos horizontes. Prova disso é que nos últimos quatro anos, de acordo com o Ministério do Turismo, houve um aumento de 11% no número de pessoas com mais de 60 anos que viajaram pelo Brasil. Só em 2014, eles fizeram pelo menos 18 milhões de viagens em território nacional. 
 
Pensando nisso, diversos hotéis e resorts estão investindo em um atendimento diferenciado para atrair este público. Um exemplo desta tendência é o Bourbon Cataratas Convention & Spa Resort, localizado em Foz do Iguaçu, PR. O empreendimento combina todos os elementos necessários que permitem aos grupos em excursões da terceira idade, ou até mesmo aos que vão acompanhados da família, relaxar, se divertir, e aproveitar ao máximo os dias no resort.
 
Atividades sociais, artísticas, de fitness, esportivas, manuais e intelectuais estão entre os eixos que norteiam o planejamento específico para pessoas com mais de 60 anos. “A terceira idade é uma das grandes rodas que movimentam o setor turístico. Atualmente existe uma busca global por sociabilização e bem estar, e procuramos sempre agregar valores de forma descontraída e valorizar momentos com esse público especificamente”, explica Cesar Mendes, coordenador de Esporte e Lazer, do Bourbon Cataratas.
 
Diversão o ano todo é a proposta da equipe de lazer do resort e, partindo desta temática, em cada mês um assunto diferente é tratado como, por exemplo, “Férias circenses” em julho, “Bourbon Radical” em agosto e “Festival de Comédia e Cultura” em setembro. Todas as áreas do resort são utilizadas, para que tanto externamente quanto no interior da unidade, cada faixa etária possa aproveitar ao máximo o dia. Para a terceira idade há uma atenção especial ao bem estar físico e, para isso, os monitores são treinados para atender de forma mais precisa as suas necessidades. O cuidado com a exposição perante os outros hóspedes também acontece, pois é importante que eles se sintam bem em realizar as atividades propostas. “Buscamos trabalhar numa linha de respeito às particularidades físicas e psicológicas de cada hóspede, seja criança ou adulto, mas, a faixa etária dos idosos nos exige atenção extra. Queremos que eles aproveitem ao máximo as atividades ao ar livre ou internas, e para isso temos que dar o nosso melhor também”, complementa Mendes.
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *