Aliado do emagrecimento e da prevenção de dores e lesões, Pilates tem diversas modalidades

Posted by
Fisioterapeuta explica os tipos de Pilates que existem no mercado

Redação Plena

Você tem sentido dores nas costas e em outras regiões do corpo? Isso pode ser proveniente da falta de flexibilidade dos músculos e ainda por causa de erros posturais que cometemos diariamente.
 
De acordo com a fisioterapeuta Maria Rita Casagrande, do Zahra Spa & Estética, quando a musculatura que é responsável pela estabilização da coluna e das articulações perde o seu tônus, ela deixa de fornecer o devido aporte a região lombar. “Esse fator pode dar origem a dores lombares e, posteriormente, pode se irradiar para outras regiões como o pescoço, ombro e braços”, descreve.
 
Uma maneira de enrijecer a musculatura e prevenir o acometimento de lesões é através da prática de atividades físicas, como o Pilates. 
 
Os exercícios praticados em aulas de pilates trabalham o corpo e a mente. Eles fortalecem os órgãos internos, favorecem o alinhamento da coluna, melhoram o sistema circulatório, aumentam a capacidade de concentração e consciência corporal.
 
O pilates tradicional conta com o auxílio de diversos equipamentos para trabalhar todo o corpo. Entre eles podemos destacar o ladder barrel/  Cadillac/Trapézio que é uma cama composta de molas, barras metálicas verticais e horizontais, e serve para fazer exercícios de alongamentos, equilíbrio, força e resistência. O reformer que é uma plataforma acolchoada com apoios de ombros e cabeça. O equipamento tem cinco molas que são fixadas na extremidade da plataforma e barras para os pés. Nele são trabalhados os membros superiores e inferiores.
 
E o Step chair/Cadeira, é outro equipamento que é indicado para alongar o corpo e trabalhar o abdômen. “Existe hoje no mercado, muitas técnicas de pilates e a maioria dos clientes não sabem diferenciá-las, como por exemplo, a diferença básica entre o Pilates com aparelhos e o solo. O pilates com aparelhos, o cliente conta com a ajuda das molas, da cama, das empunhaduras, esses recursos auxiliam a realizar certos movimentos. No Pilates Solo, você depende da força do próprio corpo para realizá-los: o centro dos movimentos, no abdômen e na coluna lombar. Alguns exercícios se tornam mais pesados no Pilates Solo porque o praticante não tem a ajuda do aparelho. Além de fortalecer o corpo inteiro, trabalha-se muito com alongamento e acrescenta-se uma parte lúdica ao exercício, porque geralmente os alunos acham divertido trabalhar com a bola. E, ao mesmo tempo em que se trabalha o fortalecimento e o alongamento, exercita-se o equilíbrio” explica a Alessandra Yamazaki, fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates Spa & Estética.
 
A fisioterapeuta elaborou uma lista das novas modalidades que existem no mercado. Confira quais são:
 
Pilates Aéreo
É um exercício de pilates clássico associado com a Yoga. Nas aulas é utilizado fitas de suspensão e tecido acrobático.
 
Pilates Solo
É feito com acessórios de bola suíça, halteres, tonig Ball, rolo e bastão. Também é possível fazer o pilates de solo somente com o peso do próprio corpo.
 
NeoPilates
É associação de atividades circenses, treinamento funcional e atividades lúdicas. Os exercícios são feitos com aparelhos específicos do método. É recomendado fazer as aulas de pilates duas vezes na semana para conseguir um resultado eficaz.
 
Para se beneficiar  de todas as técnicas acima, procure um estúdio que ofereça os dois tipos de pilates.
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *