Como a yoga mudou (para melhor) a vida de Anna Pesce

Nunca é tarde demais para mudar. Foi isso que provou Anna Pesce, de 87 anos, quando transformou seu estilo de vida por causa de yoga. Há dois anos, sua neta a introduziu à uma instrutora da atividade e, então, começou a praticá-la.

A idosa tinha uma corcunda e diversos problemas de saúde como hérnia, escoliose e osteoporose. Ela tentou solucioná-los com diferentes tipos de tratamentos, mas nenhum deles funcionou.

Uma situação em novembro de 2014, no entanto, foi o estopim para ela começar o exercício. Ao visitar seus filhos, Anna quase teve um colapso quando tentou subir as escadas da casa. “Eu tinha essa dor horrível nas minhas costas. Eu tive que ser levada até as escadas e colocada numa cadeira de rodas pelo resto da minha estadia”, disse em entrevista ao jornal NY Post.

Com aulas semanais, as melhoras foram gradualmente aparecendo. No primeiro mês, ela voltou a andar; no segundo, sabia como lidar com suas dores habituais; no quarto, já ficava de cabeça para baixo com os pés apoiados na parede.

Os treinos deixaram Anna mais forte, mudando completamente sua vida. Além de melhorar a postura, ela pode voltar a realizar atividades que suas dores não permitiam como, por exemplo, dirigir.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário