Exercício físico é o principal aliado da memória saudável na terceira ideia

Posted by
Neurologista da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo explica como a atividade física, exercícios intelectuais, a alimentação e até mesmo uma dose diária de vinho, agem a favor do cérebro

 

Por Mariana Parizotto

 

Exercício físico! Esse é o principal aliado da memória saudável na terceira idade. Segundo a Dra. Sonia Brucki, médica neurologista – Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo –  a atividade física melhora o fluxo sanguíneo cerebral, ajuda no controle de fatores de risco vasculares (hipertensão arterial e diabetes) e promove o aumento das ligações entre os neurônios. Então a receita  é movimentar-se.
 
As atividades intelectuais, como leitura, filmes, jogos de raciocínio, também são fundamentais para manter a “cabeça em dia”. “Vale ressaltar que jogos eletrônicos de carta também são exercícios bem interessantes para o cérebro. Além disso, o aprendizado de informações novas sempre é importante para manter o cérebro ativo”, explica a especialista.
 
 E a alimentação? Quanto ela interfere na saúde do cérebro? De acordo com a Dra. Sonia Brucki, há vários estudos que mostram os efeitos benéficos de alimentos como verduras, frutas, legumes, grãos, peixes e azeite, “o hábito de uma dose de vinho tinto diária parece também auxiliar. Alimentos ricos em ômega 3 e DHA (peixes como salmão, sardinha, arenque, atum) ou suplementos são bem vindos”.
 
E se mesmo com todos os passos acima, a memória falhar, a especialista alerta que esquecimentos são comuns em todas as idades e, em geral, são secundários a uma falta de atenção na hora de fixar determinada informação, “mas é bom ficar atento se os lapsos de memória estão interferindo no dia a dia ou estão frequentes. Nestes casos, procure um médico”, alerta.
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *