Fisioterapia oferece ganhos significativos aos idosos

Posted by
Cuidados paliativos como a fisioterapia tratam não só a doença, como também os sintomas físicos, sociais e psicológicos do idoso

 

Redação Plena

 
Com o avançar da idade, o equilíbrio, a audição e a visão podem sofrer alterações, fazendo com que os reflexos diminuam, a força muscular enfraqueça e os ossos se tornem mais frágeis. Nesta fase da vida, algumas doenças também podem aparecer exigindo alguns cuidados especiais que fazem a diferença no processo de recuperação e reabilitação do idoso que não tem possibilidades terapêuticas de cura.  
 
Neste contexto, surgem os cuidados paliativos que têm o objetivo de aliviar a dor e o sofrimento, tratando não só a doença, como também os sintomas físicos, sociais e psicológicos do idoso. Dentre os cuidados que podem auxiliar o idoso a obter uma boa reabilitação, a fisioterapia paliativa se destaca. 
 
Segundo a fisioterapeuta da Clínica Sainte Marie, Verônica de Fátima Souza Lima, a especialidade visa a prevenção e/ou o manejo da dor, a melhora da capacidade funcional e a promoção da independência para as atividades cotidianas. "É primordial lembrar que os objetivos podem ser amplos, mas devem ser definidos na individualidade. Traçamos uma abordagem com foco no objetivo principal do paciente a partir da sua capacidade residual, restaurando a qualidade de vida e promovendo estratégias para melhorar sua independência".
 
De acordo com a especialista, a fisioterapia paliativa pode englobar desde uma mobilização passiva (quando o paciente não consegue mover-se sozinho) até o treino de trocas posturais (sentar, ficar de pé, caminhar) e analgesia para controle da dor por meios físicos e manuais. Além disso, a fisioterapeuta explica que alguns recursos para a melhora da fadiga, técnicas para auxiliar na função pulmonar, estratégias de posicionamento e prescrição de dispositivos auxiliares e órteses para prevenção de deformidades articulares e encurtamentos musculares também são utilizadas proporcionando mais qualidade de vida ao idoso.
 
Para a Dra. Sonia Fontes, médica geriatra da Clínica, a fisioterapia paliativa oferece muitos benefícios para o idoso, seja ele uma pessoa saudável, um pouco debilitada ou mesmo já com a saúde bastante comprometida: "o objetivo maior é minimizar e evitar perdas funcionais. Como o idoso pode ter inúmeras limitações, alguns pequenos ganhos são importantíssimos, principalmente quando falamos do seu grau de independência, como se alimentar, trocar de roupa, tomar banho e se locomover sozinho. Com a fisioterapia temos a possibilidade de inserir o idoso novamente no convívio social e familiar, reabilitando-o por meio de suas habilidades remanescentes e resgatando funções que a princípio pareciam perdidas".
 
Verônica reforça que a atenção e o olhar diferenciado sobre as mudanças no quadro clínico e a reprogramação de objetivos e condutas em cada fase do adoecimento são fundamentais para a reabilitação do idoso. "A possibilidade de, em conjunto com a equipe multiprofissional, minimizar a dor e os sintomas refratários do fim de vida é algo muito valioso. Neste momento, deve-se priorizar o conforto em detrimento de tratamentos extraordinários que prolonguem a vida sem qualidade e que, por consequência, só geram o sofrimento do paciente", finaliza a fisioterapeuta.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *