Para fugir do sedentarismo, mal que acomete 66% da população brasileira, idosos têm buscado academias

Posted by
Inatividade física facilita o desenvolvimento de doenças, agrava problemas já existentes e acelera o processo de envelhecimento, ressalta geriatra da UNIFESP

 

Por Mariana Parizotto

 
Considerado a doença do século, o sedentarismo é um mal que acomete 66% da população brasileira, segundo a agência de inteligência e pesquisa de mercado Hello Research. A faixa etária dos 45 a 59 anos abriga a maior parcela de inativos físicos. Entre os sedentários, as mulheres lideram o ranking com 76% contra 55% dos homens.
 
Outro dado assustador: no Brasil, a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013, organizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que doenças crônicas associadas ao excesso de peso, à má alimentação e ao sedentarismo, respondem por mais de 70% das causas de morte no país. 
 
Manter-se inativo facilita o desenvolvimento da obesidade, de doenças cardiovasculares, da hipertensão arterial, da osteoporose, do diabetes e do colesterol alto, entre outras enfermidades. Também é o responsável pela maior incidência de fraturas causadas pelas quedas, especialmente entre os idosos. Além das várias doenças que pode desencadear, a inatividade física acelera, agrava e multiplica riscos que seriam inerentes ao processo natural de envelhecimento. “Ser sedentário é o caminho mais rápido para o envelhecer associado com doenças e fragilidades, chamado pelos especialistas de senilidade”, informa Cybelle Diniz, geriatra da UNIFESP.
 
No decorrer dos anos o organismo passa por modificações como a redução da massa muscular e a diminuição do conteúdo de cálcio nos ossos; a inatividade física piora estas situações. O sedentarismo tem impacto direto na saúde muscular e óssea, além de provocar o endurecimento dos ligamentos e tendões. Ele causa o enfraquecimento dos músculos, deixando os ossos desprotegidos e o corpo vulnerável, uma vez que são estes os responsáveis pelos movimentos, força, postura, flexibilidade e equilíbrio corporal.
 
Mexa-se! Os benefícios da atividade física
 
Para sair do sedentarismo, especialistas indicam que a prática de 30 minutos de atividades físicas, no mínimo, cinco vezes por semana, já traz benefícios ao corpo e ao bom funcionamento do organismo. “A única forma de combater o sedentarismo é se movimentando. Quando uma pessoa se movimenta todo o corpo reage e os benefícios são inúmeros, desde músculos mais fortes e ossos mais firmes e resistentes até ganho de condicionamento cardiopulmonar, melhora do humor, do padrão de sono, da libido, da memória e do funcionamento intestinal. Exercitar-se é cuidar da saúde”, alerta Cybelle.
 
A boa notícia é que a terceira idade tem quebrado o mito de que exercícios físicos estão ligados apenas a resultados estéticos. Muitos idosos que nunca frequentaram a academia estão encontrando neste ambiente o lugar ideal para exercitar-se e ganhar qualidade de vida. É o que conta Fabio Costa, educador físico e sócio da academia Up For You, localizada na zona oeste da cidade de São Paulo. O estabelecimento, bem mais aconchegante que o estilo impessoal das grandes academias, recebe muitos alunos com mais de 60 anos, “esse público sabe a importância da atividade física para ter uma ‘melhor idade’ ativa e com qualidade, por isso, cada vez mais, estão procurando a atividade física bem orientada”, enfatiza.
 
Além de um ambiente mais acolhedor, Fabio explica que este público preza também por um atendimento personalizado, “na entrada deste cliente é feita uma análise bem detalhada para entender seus anseios e necessidades. A partir daí é possível realizar de forma mais direcionada uma avaliação de aspectos como: equilíbrio, flexibilidade, força, etc. Com estes dados é montado um plano de exercícios que será acompanhado por uma equipe multidisciplinar, inclusive de acordo e contato, sempre que necessário, com o médico que o acompanha”.
 
Fazer pequenas mudanças no dia a dia, como trocar o elevador pelas escadas, podem fazer diferença. O ideal é escolher atividades que goste e proporcionem prazer, afinal, não é interessante começar algo a qual dificilmente dará continuidade. Pode ser uma caminhada em ritmo mais acelerado, uma corrida no parque, um passeio de bicicleta, futebol com os amigos, academia, dança. O importante é movimentar-se a fim de promover a saúde, assim como estimular o bem-estar físico e até mesmo mental.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *