4 dicas para contratar um cuidador de idosos

Posted by
Veja como identificar se o profissional atenderá as necessidades do paciente

 

Redação Plena /  Fonte: Tena Brasil

 
O cuidador de idosos é um profissional da área da saúde especializado em dar assistência a indivíduos idosos que apresentam alguma dificuldade ou impossibilidade de realizar atividades básicas ou eventuais da vida cotidiana, por apresentarem limitações físicas ou mentais. Esses cuidadores são contratados quando se identifica a não capacidade do idoso de passar muito tempo sozinho, já que esse profissional fica responsável por acompanhar o indivíduo por boa parte da sua rotina.
                   
Muitas famílias, apesar de não gostarem muito dessa alternativa, já concordam que a presença do cuidador pode ser considerada mais benéfica para o idoso do que prejudicial, já que ele será também o responsável por estimular o indivíduo a continuar se esforçando para realizar a maior parte de suas tarefas diárias sozinho. Se você ficou interessado em contratar um cuidador para ajudar no cuidado e assistência a um idoso, que tal conferir as nossas dicas para escolher o melhor profissional disponível para lhe dar esse suporte?
 
Peça indicações de médicos ou conhecidos
 
O primeiro passo para contratar um bom cuidador de idoso é ter a indicação de profissionais conhecidos e que fazem um bom trabalho na assistência a esses pacientes. Por esse motivo, é interessante criar o hábito de perguntar a médicos e conhecidos sobre cuidadores que eles conhecem e cujo trabalho indicam, para você contar com opções de profissionais de confiança.
 
Exija pontualidade e comprometimento com o trabalho
 
O segundo cuidado que você deve ter ao escolher um cuidador de idoso para lhe auxiliar está relacionado com a pontualidade e o comprometimento do profissional. Para trabalhar com idosos, essas características são fundamentais, já que a manutenção da rotina é uma das maneiras de aumentar a sensação de segurança e conforto desses pacientes. Eles não toleram bem mudanças de horários, atividades e hábitos; por isso, é fundamental que o cuidador seja pontual e comprometido. Quando o cuidador não tem atenção com esses detalhes, por menores que possam parecer, ele pode não fazer um bom trabalho com o paciente idoso.
 
Passe os primeiros dias na companhia do idoso e do cuidador
 
Quando você contratar o cuidador indicado por algum amigo ou médico, tire alguns dias para poder acompanhar seu trabalho com o paciente idoso. Não é preciso ficar junto do profissional durante todo o tempo, porém é interessante ficar atento a certos hábitos e cuidados que ele desenvolve no momento de trabalho com o idoso.
 
A atenção com higiene, conforto, alimentação e bem-estar do paciente deve ser sempre considerada a principal preocupação desse profissional. Se ele negligenciou algum desses cuidados em algum momento, fique atento para perceber se alguma dessas falhas está se repetindo na rotina de trabalho desse profissional.
          
 
Fique atento a quaisquer sinais de maus tratos
 
Por mais incômodo que seja, é muito importante ficar atento a qualquer sinal de maus tratos que o idoso pode estar sofrendo durante o período com o cuidador. A violência contra o paciente não se manifesta apenas de forma física: também pode ter aspectos emocionais, quando o cuidador evita maus tratos no contato mas agride psicologicamente, ignorando o momento de alimentação do paciente, usando palavras ofensivas e negligenciando horários de medicamentos.
 
Os sinais de maus tratos em idosos podem ser percebidos com pequenas alterações no seu comportamento. Eles podem apresentar alteração de humor, baixo apetite, medo exagerado e outras atitudes consideradas pouco naturais. Fique atento a essas mudanças e, sempre que possível, acompanhe o trabalho do cuidador contratado.
 
Se você perceber que não está conseguindo adaptar o cuidador à rotina ou ao bem-estar do idoso, não hesite em procurar outra pessoa para realizar esse trabalho de uma maneira que satisfaça a todos. Contratar um cuidador de idosos que tenha atenção, paciência e, especialmente, carinho pelo paciente que está sob sua responsabilidade é essencial para que esse indivíduo envelheça com mais dignidade e saúde, e para que você se sinta mais tranquilo com o apoio oferecido para ele.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *