A sua casa é saudável? Especialista explica como deixar o lar livre de armadilhas que prejudicam a saúde

Posted by
Morar em um local inapropriado pode acarretar mais danos à saúde do que se imagina, principalmente em idosos

 

Por Mariana Parizotto

Vivemos numa sociedade preocupada cada vez mais com a saúde e o bem estar. Podemos verificar isso com o aumento no número de matrículas das academias, e no aumento do consumo de alimentos tidos como saudáveis. Porém, devemos pensar na saúde, também, no local em que moramos. MAS O QUE É UMA HABITAÇÃO SAUDÁVEL? De acordo com o Coordenador do Selo Casa Saudável, Allan Lopes, habitação saudável é aquela que promove o bem estar e ajuda a manter a saúde dos usuários. "Temos que pensar numa habitação que promova a entrada de luz natural, que tenha controle de ruído, ventilação natural, água filtrada, espaços de convivência, produtos que não tenham em suas fórmulas componentes químicos que façam mal aos moradores". 
 
Para casas que possuem idosos, além das dicas acima, o especialista sugere decorar o lar com plantas ornamentais e fotografias da família. "Morar em um local inapropriado pode acarretar mais danos à saúde do que se imagina. Não receber luz adequada, pode exemplo, faz com que nosso corpo não produza vitamina D. Os ruídos também são um grande problema, podem levar de uma simples dor de cabeça a uma doença crônica. São exemplos simples, mas que impactam diretamente na saúde da população", explica o coordenador. 
 
Os impactos de uma casa inapropriada são ainda maiores nos idosos, segundo Allan Lopes. “Uma casa muito fechada, com pouca entrada de luz, iluminação azulada, colchões velhos, entre outros pontos, causa muitos danos aos mais velhos. A falta de sol vai provocar ausência de vitamina D, que por sua vez vai gerar ossos mais fracos e estados depressivos. O excesso de ruído ou de campo eletromagnético vai atrapalhar as fases do sono, havendo desequilíbrio geral do organismo. A falta de ventilação ou renovação do ar gera aumento de toxinas que diminuem a imunidade e aumentam o risco de doenças oportunistas (fungos, bactérias e vírus) que também crescem em ambientes com pouca luminosidade e ventilação, aumentando ainda mais o risco”, enumera.
 
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *