Amor longevo: casal de lésbicas se casa após 70 anos de união

Posted by

Vivian Boyack e Alice Dubes reVivian Boyack e Alice Dubes realizaram a cerimônia no último sábado no estado de Iowa; "esta é a celebração de algo que já deveria ter acontecido há muito tempo", disse a reverenda Linda Hunsaker que celebrou a uniãoalizaram a cerimônia no último sábado no estado de Iowa; "esta é a celebração de algo que já deveria ter acontecido há muito tempo", disse a reverenda Linda Hunsaker que celebrou a união.

Matéria publicada originalmente no Ladobi/UOL – Márcio Caparica

 

Com a visibilidade cada vez maior da comunidade LGBT, está se tornando cada vez mais evidente que relacionamentos homossexuais bem sucedidos sempre existiram, apenas eram abafados pela intolerância e preconceito.

No último sábado um casal de lésbicas finalmente trocou alianças após viverem juntas por 72 anos. Vivian Boyack e Alice “Nonie” Dubes casaram-se na Primeira Igreja Cristã de Davenport, Iowa. Vivian (91) e Alice (90) permaneceram sentadas em suas cadeiras de rodas durante toda a cerimônia.

“Essa é a celebração de algo que já deveria ter acontecido há muito tempo”, disse a reverenda Linda Hunsaker para o pequeno grupo de amigos íntimos e familiares que estavam presentes na cerimônia.

As duas conheceram-se em Yale, Iowa, sua cidade natal, ainda crianças. Elas se mudaram para Davenport em 1947. Boyack deu aulas para crianças no Ensino Fundamental em duas escolas locais: “Eu sempre quis ser uma professora. Meu plano desde jovem sempre foi lecionar na escola que eu estava frequentando, e fazer que minha professora fosse dar aula em outro lugar.” Dubes trabalhava no setor de pagamentos de dois jornais locais, o Times e o Democrat: “eu assinava o holerite de todo mundo”. Depois de 13 anos nos jornais, ela ainda trabalhou por 25 anos numa empresa da cidade.

Ao longo de sua união o casal visitou os 50 estados dos Estados Unidos, todas as províncias do Canadá, e visitaram a Inglaterra duas vezes. “Nós nos divertimos bastante”, comemora Dubes. Boyack completou dizendo que é necessário muito amor e muito trabalho para fazer que um relacionamento dure 72 anos.

Jerry Yeast (73) conheceu o casal quando trabalhou como jardineiro para as duas, aos 18 anos. “Eu as conheço durante toda minha vida, e posso dizer, sem sombra de dúvida, que elas são muito especiais”, afirma. “Hoje é um dia muito especial para todos nós.”

 

O estado norte-americano de Iowa permite o casamento homoafetivo desde 2009. Ainda não há decisão nacional nos EUA sobre essa questão.

 

Deixe um comentário