Aplicativo brasileiro é capaz de diagnosticar Alzheimer e perdas cognitivas leves

Posted by
 
Projeto foi criado pelo Instituto de Computação da Universidade Federal Fluminense (UFF) e está em fase de finalização

 

 

Redação Plena

 
O Instituto de Computação da Universidade Federal Fluminense (UFF) está terminando de finalizar um projeto que permitirá o diagnóstico antecipado de demência, Alzheimer e perdas cognitivas leves por meio do uso de um aplicativo. A  ideia dos coordenadores do projeto intitulado SiADE (Pesquisas em Sistemas de Apoio à Decisão e ao Diagnóstico de Doenças Associadas ao Envelhecimento) é tornar o aplicativo acessível a profissionais da rede pública de saúde.
 
O software é um modelo inteligente capaz de funcionar em dispositivos móveis e computadores com aceso à internet. Ele aponta diagnósticos por meio da análise de dados de uma série de exames de um paciente. O trabalho apresenta as informações em forma de gráficos e a partir daí chega a um resultado.
 
O aplicativo será então um concentrador de informações do paciente para que o profissional inclua exames já feitos e saiba o que ainda é preciso fazer. Dessa maneira será possível organizar resultados e, a partir disso, apontar um diagnóstico.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *