Brasileiros acima de 60 anos já se sentem integrados ao ambiente digital e buscam aperfeiçoar presença na internet

Posted by
Público sênior  quer acompanhar a evolução do cenário digital e aprender a usar melhor as redes sociais

 

Redação Plena

 
Os brasileiros com mais de 60 anos já se sentem integrados ao ambiente digital e buscam aperfeiçoar a sua presença na internet: aprender a usar redes sociais e compartilhar experiências. A conclusão é parte de um estudo conduzido por Ipsos Connect.
 
O acesso à internet dos brasileiros acima de 60 anos cresceu 15% entre os anos de 2000 e 2015. Para eles a internet têm quatro significados prioritários: comunicação, lazer, ocupação e entretenimento. O estudo conduzido por Ipsos Connect – unidade de negócios que coordena os serviços voltados para a área de Comunicação de Marca, Propaganda e Mídia da Ipsos – permite analisar o perfil do usuário de terceira idade na internet assim como fatores que o atraem ou que o afastam, a partir de suas escolhas de consumo.
 
"Precisamos nos preparar e saber como trabalhar esse público sênior, diagnosticando o que se passa no dia a dia, quais seus desejos, como consomem e vivem no mundo digital, além da busca de como inseri-los no contexto atual das macrotendências e do comportamento do consumidor. As empresas se despertaram para entender esse público que está em evidência devido a sua importância e o potencial de consumo, mas ainda há muitas oportunidades não trabalhadas", afirma Diego Oliveira, diretor da Ipsos Connect.
 
De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 15 milhões de pessoas, 8,6% da população brasileira, é constituída por pessoas com 60 anos ou mais. Com relação ao consumo de mídias na terceira idade, os dados mais recentes da EGM indicam que:
 
– 75% afirmam que a TV têm força e influência na formação da opinião pública;
 
– 69% gostam de ser organizados e seguir uma rotina;
 
– 66% decidem o que comprar antes de ir às compras;
 
– 64%  afirmam que jornal têm força e influência na formação da opinião;
 
– 63% afirmam que o rádio têm força e influência na formação da opinião.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *