“Cirurgia plástica se tornou uma escolha para muitos idosos que buscam alinhar a parte física e a mental”, diz cirurgião Edson Prata

Posted by
 
Aumento da longevidade, busca por saúde e vida ativa têm levado os idosos a recorrerem cada vez mais a procedimentos de rejuvenescimento

 

Por Mariana Parizotto

Com o aumento da expectativa de vida, cada dia cresce mais a porcentagem de pessoas na terceira idade que estão ativas e que buscam não só por atividades e relacionamento que contribuam com a sua saúde, mas também que prezem por seu bem estar, qualidade de vida e beleza. A Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) revela que 10% das pessoas que realizaram cirurgia plástica nos Estados Unidos em 2013 tinham mais de 65 anos. A informação é da mesma pesquisa que colocou o Brasil em primeiro lugar no número de procedimentos cirúrgicos para fins estéticos no mundo
 
Para o cirurgião plástico Edson Prata, a realidade brasileira é bem parecida com a americana. “As. pessoas idosas  estão mudando,  têm mais interesse por tratamentos cirúrgicos ou estéticos que levem a um rejuvenescimento seguro, com resultados naturais e o menor risco possível.  São pessoas ativas, sem filhos, pois já os criaram, e economicamente estáveis. O idoso quer na verdade que seu corpo acompanhe seu espírito. Nesse sentido, a cirurgia plástica se tornou uma escolha para muitos desses senhores e senhoras que buscam alinhar as partes física e mental”, comenta o especialista.
 
Entre as mulheres com mais e 60 anos, os procedimentos de rejuvenescimento facial lideram o ranking das cirurgias mais procuradas, revela Edson Prata. Destacam-se as cirurgias do rosto e pescoço (ritidoplastia) e a das pálpebras (blefaroplastia). Nos procedimentos estéticos, destacam-se a toxina botulínica para linhas de expressão, os preenchimentos faciais para correção de sulcos e aumento de volume, e os tratamentos de pele químicos e a laser (peelings).
 
Os homens não ficam atrás quando o assunto é rejuvenescimento. Cada vez mais, o público masculino sênior tem recorrido aos procedimentos estéticos. “Como eles estão praticando mais exercícios físicos, há também o desejo para melhorar a aparência, e isso resulta em cirurgias. As pálpebras  e os  tratamentos capilares tem muita procura entre homens com mais de 60 anos”, conta o especialista.
 
Sobre o pós-operatório, Edson Prata explica que em qualquer idade a cirurgia requer cuidados especiais. “O importante é o relacionamento entre médico e paciente, pois juntos analisam os riscos e as vantagens de cada procedimento”, finaliza.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *