Cirurgias plásticas em homens crescem 87% no Brasil

Posted by
 
"O que eles mais querem é ficar magros e com aparência jovem", conta médico

 

Redação Plena

 
 
As cirurgias plásticas estão deixando de ser um desejo exclusivamente feminino: em 2009, os homens representavam pouco mais de 12% (72  mil) do total de cirurgias plásticas realizadas no país e hoje são mais de 22,5% (276 mil), segundo novo levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, envolvendo 5.800 médicos e membros da entidade. “Temos constatado uma procura crescente do público masculino, há cada vez menos preconceito em relação aos procedimentos”, observa o cirurgião plástico João de Moraes Prado Neto, presidente da SBCP.
 
Entre as causas para esse aumento de 87%, a entidade aponta, além da redução no preconceito e do avanço das técnicas, a diversificação das atividades dos homens na sociedade, os novos papéis que eles vêm assumindo, aumento da expectativa de vida, entre outros fatores.
 
Das três intervenções cirúrgicas mais procuradas por eles estão respectivamente a ginecomastia (procedimento para redução das mamas), seguida pela lipoaspiração (principalmente dos flancos, papada e região abdominal) e pela cirurgia de pálpebra. Já, entre os procedimentos não cirúrgicos que os homens mais buscam estão: as aplicações de botox (em primeiro lugar), depois os preenchimentos faciais, a depilação a laser e o peeling químico.
 
 O médico Luiz Henrique Ishida, Membro Titular e coordenador do estudo da SBCP, lembra que a procura crescente pelos pacientes do sexo masculino é uma tendência mundial. “O homem assim como a mulher quer estar bem pra si e está mais consciente de que os procedimentos estéticos não só melhoram a aparência física como trazem outros benefícios”, aponta o cirurgião.
 
Enquanto cerca de 80% das ginecomastia acontecem na adolescência, a lipoaspiração é mais incidente em pacientes entre 25 e 50 anos.
 
Essa busca por um corpo esbelto é apenas uma das razões que levam os homens, em geral, mais temerosos quando o assunto é saúde, aos consultórios médicos. O envelhecimento também é alvo de preocupação. Segundo o Dr. Ishida, ao contrário do que acontecia no passado, hoje pessoas na quarta, quinta década de vida são jovens, ativas, competem no mercado de trabalho, casam-se mais de uma vez, tornam-se mães e/ou pais mais velhos, tudo isso faz com que continuem buscando formas de melhorar seus aspectos físicos e atenuar os sinais do envelhecimento. 
 
O fato justifica a blefaroplastia ser a terceira cirurgia plástica mais procurada por pacientes homens. Com técnicas aprimoradas, com acabamento mais masculinizados, uma preocupação da maioria dos homens hoje, esse tipo de cirurgia corrige as pálpebras superiores e/ou inferiores. “É feita uma pequena incisão com anestesia local. O tempo de internação não supera 12 horas e a recuperação é de duas semanas”, informa.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *