Longevidade em pauta: Lab60+ reunirá mais de 2 mil pessoas

Posted by
 
 Para ajudar a encontrar uma solução para os mais complexos problemas que envolvem o idoso, a programação Lab60+ 2015 traz uma série de palestras, workshops, atividades e muitas conversas. Veja como participar
Redação Plena
 
O mundo está envelhecendo rapidamente, vivemos cerca de trinta anos ou mais do que nossos avós. Os brasileiros na faixa dos 60 anos representam hoje 15% da sociedade, mas as estimativas mostram que em 20 anos este número chegará a 30% e isso causará um grande impacto em todos os segmentos. A pergunta que fica no ar é: como vamos nos preparar para enfrentar esse cenário?
 
Para ajudar a encontrar uma solução para os mais complexos problemas que envolvem o idoso, o Lab60+ 2015 traz uma série de palestras, workshops, atividades e muitas conversas com pessoas de áreas acadêmicas, empreendedoras, profissionais de dança, cinema, yoga, formadores de opinião de opinião, entre outros. 
 
As novidades do Lab60+ 2015 começam pela extensa programação. O evento – que antes era resumido em uma manhã – passa agora a ser em três dias. Apresentações de como o Parkour pode ser um instrumento para transpor os obstáculos da cidades, discussões aprofundadas sobre iniciativas inovadoras, lançamentos de livro e políticas públicas, apresentações de dança e demonstração com robôs que cuidam da saúde estão na programação.
 
Destaques – Entre as atrações, vale destacar o pré-lancamento do livro Estou envelhecendo! E agora?, de Gustavo Boog; a palestra sobre exercícios de memória desenvolvidos na internet para estimular a capacidade cognitiva e funcional de idosos, com o médico Luiz Roberto Ramos; e uma conversa com a artista Penha de Souza sobre a trajetória de vida no mundo da dança e o método criado por ela de alongamento corretivo postural.
 
Haverá também um festival de cinema com 10 sessões – algumas ao ar livre e com músicas ao vivo, além de um espaço de interação social e experiências sensoriais com realidade virtual e oficinas de tecnologia.
 
Tabu – O processo de envelhecimento atinge setores legais, de saúde, educação, cultura, trabalho, serviços assistenciais e seguridade social. Será preciso correr para se adaptar à situação. "O assunto envelhecimento ainda é tabu no País. Ninguém gosta de falar de velho, de doença, de morte", avalia Sergio Serapião, idealizador do evento. Por essa razão, é necessário trabalhar uma agenda positiva ligada à longevidade, com experiências inovadoras e surpreendentes que trazem inspiração e convidam à  transformação individual.
 
O movimento Lab60+ começou a ser germinado há nove anos, articulando empresas, poder público, ONGs e universidades em projetos relacionados à longevidade. Uma das principais plataformas surgidas deste processo foi o Circuito Maior Idade, uma iniciativa social que une projeto cultural com promoção de saúde e resulta em melhoras da qualidade de vida, motivação e sociabilizacão, levando os idosos a criar novos ciclos de realização para seus próximos 20 anos de vida.
 
Programação
 
Lab Talks: Palestras rápidas e inspiradoras,  intervenções artísticas e vídeos surpreendentes com:
•   Alexandre Kalache – A Revolução da longevidade
•   Márcia Tavares – Trabalho e longevidade
•   Stephen Johnson – Empresas inovadoras voltadas a longevidade
•   Sérgio Serapião – A construção de um movimento de ressignificação 60+
 
Lab Cafés: Encontros de discussão aprofundada sobre temáticas e iniciativas inovadoras relacionadas a longevidade. Entre os temas estão: Sexualidade sem tabus; A dança e o movimento como instrumentos de bem estar e reinvenção por toda vida; O papel da educação em arte e dos museus na ressignificação 60+ e Aprendizagem intergeracional sem fronteiras. Também haverá o lançamento do livro  Revolução das 7 Mulheres, de Marcia Neder.
 
Lab Cinema: Filmes sobre a diversidade, o envelhecimento e a longevidade. Serão 10 sessões, sendo três delas ao ar livre e outras três sessões de filmes restaurados e com músicas ao vivo.
 
Lab Circuito: Dez oficinas práticas que mostram como potencializar o protagonismo 60+ e ampliar sensação de bem estar, a partir de vivências sociais, físicas e cognitivas.
 
Lab Tech: Espaço de interação social e de experiências artísticas e sensoriais que conectam histórias e memórias com contemporaneidade, principalmente tecnologia (realidade virtual com óculos 3D), pílulas de inclusão digital, oficinas de cinema.
 
Lab Expedições: Para aquecer a programacao uma semana antes, será feita uma expedição na cidade de São Paulo, que proporcionará experiência cultural, sensorial, dinâmicas de memória e relacionamento com o espaço para os participantes. Terá duração de 4 horas e será realizada no dia 31 de outubro.
 
Lab Pro: Formação introdutória gerontológica para profissionais multiplicadores que lidem com idosos e busquem ferramentas para entender características reais e múltiplas das pessoas seniores, saindo, assim, dos estereótipos "velhinho frágil" ou "idoso superativo". Serão duas oficinas de duas horas cada.
 
Lab Self: Oficinas com o propósito de contribuir com o desenvolvimento e fortalecimento psicoespiritual de pessoas a partir de sua experiência de, pelo menos, 60 anos de vida. Revisitando o seu propósito pessoal e possibilidades futuras. Serão propostos exercícios individual e em grupo.  Serão três oficinas de duas horas cada.
 
Serviço
Lab 60+ 2015
Data e horário: 6 a 8 de novembro, das 8h às 20h.
Local: Cinemateca – Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino
Inscrições e informações: http://www.lab60mais.com.br/
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *