Meditação mindfulness reduz estresse e ajuda a diminuir sensação de solidão

Posted by
Especialista lança aplicativo que ensina as técnicas para quem quer praticar

 

Redação Plena

 
Atualmente, a meditação é praticada e pesquisada em vários hospitais e centros médicos pelo mundo. No Brasil, é ensinada na UNIFESP e praticada no SUS – Sistema Único de Saúde. 
 
Os benefícios da meditação antiestresse já são bem conhecidos e estudados há danos. Afinal, a técnica de atenção plena e meditativa, conhecida como mindfulness, diminui os níveis de cortisol (hormônio do estresse), sendo importante aliada para pacientes com hipertensão arterial, distúrbios do sono, dores e doenças crônicas. 
 
Para difundir o estilo mindfulness, Mirna Grzich, terapeuta e referência em meditação no Brasil, lançou o MEDITA, primeiro aplicativo brasileiro de meditação, que roda em sistema operacional IOS e em breve para Android. Segundo a criadora do aplicativo, o estilo despertou o interesse da medicina por atuar sobre a pressão arterial e índices hormonais, reduzindo estresse, atuando sobre a saúde física e mental, trazendo tranquilidade, foco e produtividade. "Mindfulness vem do Vipassana, meditação clássica budista, focada na respiração. Induz a prestar atenção total e plena a tudo o que acontece no corpo, na mente e nas sensações. Hoje, tirada de seu contexto religioso, foi transformada num dos maiores métodos modernos para o equilíbrio do corpo e da mente", diz Mirna. 
 
Veja algumas razões para praticar o MINDFULNESS 
 
Pode ajudar pessoas com artrite – um estudo do jornal Annals of Rheumatic Disease mostra que a meditação da mente plena diminui o estresse e a fadiga das pessoas com artrite reumatoide. 
 
Pesquisadores da Universidade do Oregon/EUA descobriram que o treino de técnicas de meditação integrando corpo e mente pode resultar em mudanças nas sinapses do cérebro, protegendo contra doenças mentais. A prática da meditação altera a densidade do corpo caloso e a proteção da mielina, na região singular do cérebro. 
 
A meditação nos torna mais focados e zen, porque com sua prática alcançamos um melhor controle do processo da dor e das emoções, especificamente através do controle dos ritmos alpha do córtex, que determinam a maneira e em que sentidos nossas mentes colocarão a atenção, de acordo com estudo no jornal Frontiers in Human Neuroscience. 
 
Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles/EUA, descobriram que a meditação da mente plena ajuda a diminuir a sensação de solidão dos idosos que vivem sozinhos, dinamizando o sistema imunológico e diminuindo a expressão dos genes responsáveis por processos inflamatórios. 
 
A meditação melhora a qualidade do sono. A Universidade de Utah/EUA realizou pesquisa que comprova o auxílio da meditação nas emoções e comportamentos, contribuindo para melhor qualidade do sono à noite. 
 
Mais informações sobre o Medita!: http://www.meditaapp.com.br
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *