Mudanças constantes de humor podem indicar demência, diz estudo

Posted by
 
Rir em eventos trágicos e passar a gostar de comédias pastelões foram duas características apontadas por amigos e familiares de portadores de demência frontotemporal 
 
 
Redação Plena: Fonte BBC
 
Mudanças constantes de humor podem ser um sinal prematuro de demência. É o que revela um estudo realizado pela Universidade College London, no Reino Unido. A pesquisa envolveu pacientes com demência frontotemporal. As descobertas foram publicadas na revista científica Journal of Alzheimer's Disease.
 
Questionários preenchidos por amigos e familiares dos 48 pacientes revelaram que muitos notaram uma instabilidade no humor antes de a demência ser diagnosticada.
Uma característica constatada, por exemplo, era rir inadequadamente em eventos trágicos. Praticamente todos os familiares que responderam à pesquisa afirmaram que, olhando para trás, eles haviam percebido uma mudança significativa de humor nove anos antes de a demência ser diagnosticada.
 
Especialistas dizem que mais estudos são necessários para entender como e quando as mudanças de humor podem agir como um indício da demência.
Há diferentes tipos de demência, sendo a demência frontotemporal uma das mais raras.
 
A área do cérebro afetada pela doença é responsável pela personalidade e pelo comportamento, e as pessoas que desenvolvem esse tipo de doença perdem sua inibição, tornam-se mais impulsivas e têm dificuldades em situações sociais.
 
Ainda segundo o estudo, pacientes com demência também tendem a preferir comédias pastelão à satírica, quando comparados com 21 pessoas de idade semelhante.
"Essas são alterações marcantes ─ um humor completamente inadequado que vai além das raias do mau gosto. Por exemplo, um homem riu quando sua esposa teve queimaduras severas".
 
Simon Ridley, do Alzheimer's Research UK, ONG de prevenção e combate ao Mal de Alzheimer, recomendou que as pessoas busquem apoio médico ao notar qualquer sinal de mudança de humor repentina.
 
"Enquanto a perda de memória é frequentemente a primeira coisa que vem à cabeça quando falamos sobre demência, esse estudo destaca a importância de olhar para uma diferente miríade de sintomas que impactam o dia a dia e os relacionamentos dos pacientes", afirmou.
 
 

Deixe um comentário