Para diminuir casos de atropelamentos de idosos, Prefeitura de Curitiba instala sistema inteligente de semáforos. Veja como funciona essa interessante iniciativa

Posted by
Em 2013 ocorreram 44.812 mortes em todo o país por acidentes de transporte terrestre. Desse total, 6.598 eram idosos

 

Redação Plena

 
 
O desrespeito aos idosos no trânsito é algo que dá para ser mensurado. Em 2013 ocorreram 44.812 mortes em todo o país por acidentes de transporte terrestre. Desse total, 6.598 eram idosos. 
 
As principais ocorrências são quedas no interior de veículos, principalmente de transporte público, acidentes de carro e atropelamento. 
 
Para combater os casos de atropelamento de idosos, a Prefeitura de Curitiba, no Paraná, desenvolveu um projeto bem interessante. Trata-se de um sistema de semáforos para pessoas com mobilidade reduzida, que está sendo implantado em 31 cruzamentos da cidade.
 
Um dos equipamentos foi instalado recentemente em frente ao Hospital do Idoso, na Rua Francisco Raitani, próximo ao Terminal do Pinheirinho e da Rua da Cidadania. O sistema funciona através de uma botoeira especial acoplada ao semáforo, que é acionada pelos cartões da Urbanização de Curitiba (Urbs).
Ao identificar o cartão, o semáforo abre por mais alguns segundos além do programado, permitindo uma travessia mais segura dos pedestres. O tempo de abertura é até 50% maior do que o tempo de semáforo normal em Curitiba – como é o caso do semáforo do Hospital do Idoso, cujo tempo aberto passa de 12 segundos para 18 segundos com a utilização do cartão da Urbs.
 
Uma iniciativa que deveria ser replicada em cidades de todo o Brasil!
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *