Projeto busca conscientizar população sobre como é ser idoso

Posted by
 
Um dos pontos altos da iniciativa da Bigfral é a atividade com a roupa Vetus, que simula a mobilidade reduzida de uma pessoa de 80 anos de idade

 

Redação Plena

 
A população brasileira está cada vez mais velha. Segundo o IBGE, atualmente o Brasil possui mais de 43 milhões de pessoas com mais de 50 anos. Esse número já é maior que o de crianças até cinco anos e deve chegar a quase 70 milhões nos próximos quinze anos. Essa mudança no perfil etário no Brasil requer atitudes e medidas a respeito das condições disponíveis para garantir mais qualidade de vida e segurança ao idoso. Para despertar um olhar crítico e atencioso sobre o atual cenário, a Bigfral – marca líder no mercado de cuidados adultos – promove um projeto para conscientização sobre o envelhecimento, por meio de ações sobre o que é ser idoso.  
 
O projeto acontece por todo o país com aulas expositivas, rodas de discussões e palestras sobre o envelhecimento com profissionais especializados e estudantes da área da saúde (como enfermeiros, médicos e fisioterapeutas). Um dos pontos altos das aulas é a atividade com a roupa Vetus, importada de Bigfral para o Brasil, que simula a mobilidade reduzida de uma pessoa de 80 anos de idade. Ao vestir a Vetus, os participantes sentem na pele os impactos de ter glaucoma na visão; a sensação de enfraquecimento nos ossos e perda de músculos; o arqueamento da coluna, que dificulta o caminhar e os movimentos básicos do dia a dia que geram a necessidade do uso da bengala.
 
Com este projeto, Bigfral já esteve presente em diferentes universidades como a Faculdade de Medicina da USP, UNIFESP, Anhembi Morumbi e hospitais como INCOR, Hospital das Clínicas, Sírio Libanês, entre outros, impactando mais de 6.000 profissionais de saúde.
 
A Bigfral também possui parcerias com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), com o Instituto Lado a Lado pela Vida e com o Centro de Referência do Idoso (CRI NORTE), com os quais também desenvolve outras ações de conscientização da população.
 

Deixe um comentário