Projeto de biblioteca oferece delivery gratuito de livros no Rio

Serviço pode ser acionado através do WhatsApp e contempla obras infantis, juvenis e adultas

Criado para incentivar a leitura durante o isolamento social, o projeto “Livros nas Praças” começou a oferecer uma nova modalidade de empréstimos: o delivery de obras.

A ação visa ampliar ainda mais o alcance das pessoas aos textos, sem que a saída de casa seja necessária. Leitores de toda a cidade do Rio de Janeiro podem solicitar títulos pela internet e recebê-los gratuitamente.

Lançado em 2014, o projeto dispunha de ambientes móveis, como o ônibus-biblioteca, que ficava estacionado em praças da cidade. Com a chegada do coronavírus ao país, a estratégia foi inviabilizada pela quarentena e, desde março, o acervo de quase dois mil livros não circula pela capital carioca. A ideia do delivery surgiu como uma alternativa para manter o projeto em andamento e auxiliar no aumento da leitura durante os dias em casa.

“O projeto sempre teve como objetivos o incentivo à leitura e o empréstimo de livros. Com a pandemia, foi necessário repensar como seria nossa atuação. O delivery surgiu como opção porque foi um serviço que se popularizou muito nos últimos meses e atendeu leitores das mais diversas regiões, mas principalmente a população mais vulnerável, que não pode investir em livros e não costuma ter bibliotecas por perto”, ressalta a idealizadora do projeto Cristina Figueiredo.

No acervo há opções de obras para todas as idades: desde contos infantis, passando pelas histórias juvenis e, enfim, chegando aos livros de conteúdo adulto. Autores como Arthur Conan Doyle, Clarice Lispector, Graciliano Ramos, Machado de Assis, Agatha Christie e Ziraldo estão entre os disponíveis na biblioteca, apoiada pela Americanas.

Para quem quiser realizar o empréstimo de alguma obra, é preciso acessar a lista de obras disponíveis, por meio da página “Livros nas Praças”, no Facebook .

Após a escolha, basta enviar uma mensagem para o número de WhatsApp (21) 99419-8869, com o nome ou o código da obra, além de endereço e nome completo do solicitante. A entrega e a devolução do livro são feitas pelos Correios.

Cada cidadão pode pegar um livro por vez. Depois de recebê-lo em casa, o prazo para terminar a leitura é de 30 dias. Caso seja necessário, o usuário também pode prorrogar o empréstimo. Assim que o leitor estiver pronto para devolver o título, basta ligar para o projeto.

Para garantir a segurança dos cidadãos, os livros são higienizados assim que retornam ao acervo. Por serem de papel, eles passarão por um equipamento que emite radiação ultravioleta, que elimina todos os microrganismos presentes na superfície.

fonte: delivery de livros/foto – pixabay/tumisu

Deixe um comentário