Taxa de mortalidade causada por Alzheimer cresce no Brasil: doença matou mais idosos do que aneurisma e AVC, indica pesquisa

Posted by
Transtorno corresponde a 60% dos quadros demenciais entre idosos

 

Redação Plena

 
Segundo uma pesquisa inédita feita Escola Nacional De Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz e divulgada pela rádio CBN, a taxa de mortalidade causada por Alzheimer cresceu no Brasil. Os dados revelam que o índice avançou 15,5% entre mulheres e 14% entre homens, com 80 anos ou mais, entre 2000 e 2009. Doença corresponde a 60% dos quadros demenciais entre idosos.
 
Outro  dado do levantamento indica que se comparado a outras doenças neurológicas, como AVC e aneurisma, o Alzheimer representou no período 65% dos óbitos.
Estima-se que o Brasil tenha 1 milhão e 200 mil pessoas  com Alzheimer. Em razão do envelhecimento da população, esses números aumentarão significativamente nos próximos anos.
 
Ainda de acordo com os pesquisadores da instituição, a sobrevida dos pacientes após o diagnóstico depende da idade de início dos sintomas: próximo aos 65 anos o paciente tem sobrevida de 3 a 8 anos; já portadores com mais de 80 anos têm sobrevida de 3 a 4 anos.
 
Vale ressaltar que a depressão, alterações genéticas e baixo grau de escolaridade – que está associado a um menor uso das funções cerebrais – aumentam os riscos de desenvolver a doença.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *