Livro digital traz história e receitas de doze mulheres imigrantes no Brasil entre 30 e 80 anos

Posted by
 Cozinha de afeto, da editora Alpendre, resgata receitas de família carregadas de carinho e saudades

 

Redação Plena

 
Há mais de um século, o Brasil tem sido um porto seguro para imigrantes de todos os lugares do mundo. Na bagagem, eles trazem marcas profundas de sua cultura e da terra natal em um hábito singular: a culinária. Isso fica claro em Cozinha de afeto – Histórias e receitas de doze mulheres imigrantes no Brasil (Editora Alpendre, 2015, R$ 9,50), livro digital que resgata receitas de família carregadas de carinho e saudades.
 
Vindas de Angola, Alemanha, Argentina, Colômbia, Etiópia, Espanha, Índia, Itália, Irã, Japão, Grécia e Ucrânia, doze mulheres contam a história de suas vidas por meio de ingredientes e das memórias das refeições em família. Embora tenham raízes geográficas variadas e pertençam a culturas diferentes, essas imigrantes dividem uma característica comum: a paixão pelos aromas e sabores que marcaram suas vidas e a consequente dedicação em mantê-los nas suas mesas.
 
Hoje com idades entre 30 e 80 anos, elas chegaram ao Brasil trazidas por razões diversas, em épocas distintas. Em seus relatos, compartilham sensações de estranhamento e as boas surpresas encontradas no país que as acolheu.
 
Por meio da culinária, essas mulheres ajudam a escrever novos capítulos em nossa história, contribuindo na formação de um país multicultural, multirracial e com sabores inigualáveis. E dividem com os leitores de Cozinha de afeto os segredos de pratos como borscht, empanadas vallunas e guisado de cordeiro com ervas frescas. 
 
Criado especialmente como livro digital, Cozinha de afeto aproveita as funcionalidades do formato ao incluir links internos que facilitam a consulta e enriquecem a experiência de leitura. Está à venda nas principais livrarias, como Amazon americana (http://goo.gl/8P3z99), e brasileira (http://goo.gl/JcxLk4), Apple (https://goo.gl/SKdL66) e Kobo (https://goo.gl/Ls3ZQ6).
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *