Alimentação saudável = mente mais ágil e criativa

Posted by

Usar a criatividade não é uma tarefa fácil. Vários fatores podem influenciar em nosso potencial criativo. Quantas vezes nos deparamos com uma solicitação de um texto, uma redação, um desenho e nenhuma ideia aparece?! Os resultados vão depender de como você cuida da sua saúde, incluindo o seu cérebro. E não é só quando envelhecemos que esta preocupação deve aparecer… Os cuidados com a mente devem iniciar o mais cedo possível.

Redação Plena 

Alguns fatores podem prejudicar nosso desempenho criativo, tais como: estresse, ambiente inadequado (excesso de barulho, distrações, etc.), falta de planejamento do que deve ser feito, sono, saúde debilitada, refeições gordurosas e a falta de alimentos para o cérebro.

Não adianta estar com o melhor material de pesquisa, nem com os melhores papéis para desenho, se o cérebro não receber os melhores nutrientes para o seu funcionamento. E aí vem a pergunta: como incluir alimentos para o cérebro na dieta habitual?

Muita gente diz que não pode perder tempo para preparar refeições saudáveis, ou que não pode comprar alimentos caros denominados “bons para o cérebro” com muita frequência, mas com as orientações corretas é possível melhorar a qualidade daquilo que chega aos neurônios.

 

Frutas vermelhas e folhas verdes também são alimentos para o cérebro

 

Um dos nutrientes necessários para um cérebro mais ativo é o ômega 3, o maior responsável pela saúde mental.

"Vários estudos têm mostrado que uma dieta que contêm quantidades generosas dessa substância tem grande potencial para melhorar o desempenho cognitivo e o funcionamento do cérebro, incluindo a criatividade", explica Silvia Calil, nutricionista do Método SUPERA com especialização em alimentos para o cérebro.

 

A especialista conta que boas fontes são peixes de água fria como o atum, arenque e sardinha. O consumo do tradicional chocolate 70% cacau também pode ajudar a melhorar a criatividade.

As frutas vermelhas como morango, amora e mirtilos, também são alimentos para o cérebro e contribuem no processo de melhorar nossa criatividade. O consumo de beterraba aumenta o fluxo de sangue no cérebro e com isso pode ajudar no melhor desempenho cerebral.

"A ingestão hídrica e o consumo de cereais integrais devem fazer parte da sua dieta diária. Exclua fast foods, carnes gordurosas, frituras, embutidos e queijos amarelos. Dietas com excesso de gordura demoram para serem digeridas e tornam nosso cérebro mais 'lento'", ensina a nutricionista. 

O consumo de folhas verdes como espinafre e couve deve ser diário. O controle da ingestão de açúcar refinado e sal deve ser considerado. Lembre-se que a criatividade melhora com a escolha de alimentos para o cérebro adequados.

 

Segundo Silvia, algumas recomendações como realizar todas as refeições do dia e não ficar muito tempo em jejum são importantes. Excluir nutrientes da dieta, como por exemplo, carboidratos ou proteínas não é recomendado.

 

Além de fornecer alimentos para o cérebro adequadamente, outros cuidados podem colaborar para estimular a sua criatividade como: ouvir música, ler um livro, assistir um filme novo, praticar meditação, conversar, conhecer o trabalho de outras pessoas que você considere criativas, dormir adequadamente e procurar novos locais para desenvolver seu trabalho.

 

Visualize o que você quer desenvolver e aproveite as novas idéias que surgirem!

Deixe um comentário