Sem tabu: novo tratamento para rejuvenescimento íntimo chega ao Brasil

 Tecnologia utilizada por médicos da Ásia e Europa chegará por aqui em abril. Estudos  publicados no exterior apontam maiores níveis de auto realização feminina.

Uma novidade a ser lançada em abril promete agitar a vida sexual das brasileiras. Trata-se de um dispositivo médico usado para tratar uma condição física muito comum chamada de flacidez ou frouxidão vaginal. Clinicamente comprovado, o procedimento não requer tempo de recuperação das pacientes e impacta diretamente no aumento de satisfação feminina durante a relação sexual.

A expectativa dos médicos é que o tratamento mude a forma como as mulheres com mais de 40 anos encaram o próprio corpo. Dados colhidos pela Viveve nos Estados Unidos e no Japão mostram que 60% delas não falam abertamente sobre seus órgãos  genitais e relações sexuais. Para este grupo específico de mulheres, falar sobre as sensações e a satisfação sexual é um tabu.

– A maioria admite ter vergonha de conversar sobre o assunto com amigas, familiares, maridos e até mesmo com os médicos. Os motivos variam. Algumas acham que os médicos são muito velhos ou muito novos para falar sobre o assunto. Outras não sabem como abordar o tema pois acham que eles não vão entender o que elas querem dizer. A maioria admite não saber com quem falar sobre isso – complementa Nicolle Gouvea responsável pela comunicação da Viveve no país.

Mas deixar o assunto de lado tem suas consequências. De acordo com o Dr. Michael Krychman, diretor médico da Viveve e diretor executivo do Southern California Center for Sexual Health and Survivorship Medicine, milhões de mulheres sofrem em silêncio com a flacidez vaginal e suas condições associadas, como sensação reduzida durante a intimidade e incômodo com a incontinência urinária.

O especialista aponta ainda que essas mudanças geralmente ocorrem após o parto ou com o passar do tempo. Elas podem levar a diminuição do prazer durante as relações sexuais e ao “escape” urinário. Outras consequências são a sensação de perda para a mulher, algo que pode representar barreiras significativas para sua felicidade e bem-estar em geral.

– As mulheres são sobrecarregadas com informação e desinformação sobre rejuvenescimento vaginal. Isso não é cirurgia e isso não é sobre a aparência. É sobre como uma mulher se sente, o que pode ter um efeito profundo sobre seu senso de si mesma e seu bem-estar geral  – afirma.

Este é o equipamento utilizado durante as sessões de rejuvenescimento íntimo. Foto/Divulgação

Sobre o tratamento

O tratamento é inovador, pois é único equipamento a usar pulsos minúsculos de energia de radiofrequência para aquecer delicadamente as camadas mais profundas do tecido vaginal. Simultaneamente ele também resfria e protege a superfície delicada.

Esta abordagem garante uma experiência confortável e rápida para as mulheres, de apenas uma única sessão no próprio consultório. A superfície da parede vaginal não é afetada e somente a área dentro da abertura vaginal é tratada. Deste modo as mulheres podem retornar às atividades normais imediatamente.  Ao longo dos meses seguintes, o corpo responde gradualmente desenvolvendo o novo colágeno para que o tecido vaginal seja revitalizado.

Drª Sabika Karim/ Divulgação

– O tratamento é uma nova opção revolucionária para as mulheres. Demonstrou ter resultados funcionais duradouros e ajuda as mulheres a se sentirem melhores sobre si mesmas e seu corpo – disse Newton Martins, CEO da HV Laser Brasil, responsável por distribuir o equipamento por aqui.

– O tratamento tem sido bem recebido em outros lugares do mundo e estamos felizes em trazer esse tratamento vital para o bem-estar das mulheres ao Brasil – finaliza.

Serviço

Evento de Lançamento do Viveve no Brasil

Endereço: Hotel Intercontinental (Al. Santos 1123) – São Paulo

Data:  1º de Abril de 2017

Palestrante internacional: Dra. Sabika Karim

Horário: 9h30

Fonte: Agência Novos Elementos

Deixe um comentário