Área de cuidadores está em amplo crescimento, porém falta qualificação profissional

Posted by
Achar o cuidador certo é um grande desafio, já que o número de cuidadores não acompanhou a demanda do mercado, diz empresário da Right at Home

 

 

Por Jaqueline Santos

O Brasil hoje não  é mais um país jovem, isto devido às mudanças ocorridas na estrutura populacional para as quais o país ainda não está devidamante preparado. Entre os desafios estão a aposentadoria, a pobreza e, principalmente, os serviços ligados à saúde, como a cuidadoria, por exemplo. 
 
De olho no envelhecimento do Brasil e nas oportunidades que este fenômeno traz, a Right at Home, rede especializada no serviço de cuidadores de idosos, que no ano passado abriu 78 unidades pelo mundo, pretende inaugurar novas cinco franquias no Brasil. “O mercado de serviço de cuidadores está em amplo crescimento. O Brasil está envelhecendo e precisamos suprir esta demanda. Nossa missão é proporcionar qualidade de vida aos idosos e encontrar o cuidador certo para cada família”, explica Eduardo Chvaicer, master franqueado da empresa. 
 
Achar o cuidador certo é um grande desafio, segundo o executivo, já que o número de cuidadores não acompanhou a demanda do mercado, faltam pessoas querendo trabalhar. O maior problema apontado por  Chvaicer é a falta de capacitação. “Muitas pessoas acham que porque cuidaram dos seus pais ou parentes próximos quando  eles ficaram idosos, estão capacitadas para exercer a profissão e isto é um engano. Para ser um cuidador é preciso qualificação e comprometimento. Outro fator determinante para a falta de interesse na área é o fato dos parentes confundirem os cuidadores com empregados domésticos”. 
 
A falta de regulamentação na área também ajuda na defasagem de profissionais, porém hoje é possível registrar um cuidador seguindo as normas da PEC das domésticas,  de acordo com o executivo .
 
 Chvaicer diz que é importante as famílias procurarem uma empresa especializada em cuidadoria, já que cada caso exige um cuidador específico e muitas vezes os idosos também fazem algumas exigências. “E importante se preocupar com o bem estar do doente, tem casos que eles preferem um cuidador mais calado, por vezes mais falante, e é primordial ter uma consultoria especializada para atender  estes requisitos”,  diz. 
 
Plano de expansão 
 
Em 2014, a Right at Home aumentou em 20% o número de unidades no Brasil. Para este ano,  a ideia é começar a expansão pelas capitais do Nordeste e interior de São Paulo. “ Queremos expandir a oferta de serviços aos clientes de outras regiões. Isto trará novas experiências e desafios que nos ajudarão a aprimorar nossas tarefas de supervisão, treinamento e apoio”, finaliza Chvaicer. 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *