Dia 5 de junho é o último dia do financiamento coletivo do livro “O fim do envelhecimento” em português…

…saiba mais sobre o projeto e contribua.

 

Aubrey de Grey, o biogerontologista britânico que revolucionou a visão da ciência sobre a possibilidade de se reverter o envelhecimento nas próximas décadas, explica neste livro clássico como isso é possível; projeto de tradução está sendo financiado na plataforma Catarse, e vai até as 23h59 desta terça-feira.

 

Quando crianças, todos aprendemos que o envelhecimento é absolutamente inescapável. Afinal, foi assim durante toda a história humana. Ao mesmo tempo, temos consciência de que, por exemplo, voar também havia sido impossível por toda a história humana até que o avião foi inventado. E o mesmo aconteceu com os computadores. E com a Internet. E com tantos outros avanços tecnológicos…

Será que toda a tecnologia que construímos nos últimos séculos e décadas nos permitiria, hoje em dia, reverter o envelhecimento?

O biogerontologista britânico Aubrey de Grey, PhD pela Universidade de Cambridge, no Reino Unido, pensa que sim. Em seu livro EndingAging, agora com versão em português, ele explica que o envelhecimento é o acúmulo de danos a nível celular e molecular ao longo da vida, e que reparar esses danos permitiria portanto rejuvenescer o corpo, impedindo em grande parte o surgimento das doenças ligadas ao envelhecimento, como o mal de Alzheimer, o mal de Parkinson, o câncer e as doenças cardiovasculares. Em uma estratégia de “dividir para conquistar”, de Grey classifica os danos do envelhecimento em 7 tipos básicos, propondo uma terapia de reparação para cada tipo de dano. Esse conjunto de terapias ele chamou de SENS, sigla que significa, na tradução para o português, Estratégias para a Construção de um Envelhecimento Negligenciável.

Para colocar suas ideias em prática, o biogerontologista criou em 2009 um centro de pesquisa na Califórnia (EUA), a Fundação de Pesquisa SENS (SRF, na sigla em inglês). Além disso, ele viaja o mundo dando palestras para todos os públicos sobre sua proposta e os resultados de suas pesquisas. Para de Grey, o aspecto humanitário é a principal razão para se vencer o envelhecimento, pois cerca de 100.000 pessoas morrem todos os dias no mundo por doenças relacionadas ao envelhecimento.

 

Capa da versão digital de “O Fim do Envelhecimento. À direita, o cientista Aubrey de Grey.

A versão original do livro, em inglês, foi publicada em 2007, e desde então a estrutura científica que ele propõe vem sendo amplamente corroborada pelo desenvolvimento das pesquisas, o que ajudou a tornar o livro um clássico mundial da área. “O Fim do Envelhecimento” já tem versões publicadas em espanhol, alemão, russo e italiano. A tradução para o português é uma realizaçãodos tradutores Nicolas Chernavsky e Nina Torres Zanvettor, que criaram um projeto de financiamento coletivo na plataforma Catarse: todas as pessoas que colaborarem até o dia 5 de junho com R$ 10 ou mais receberão o livro digital em português nos formatos EPUB e MOBI.

A página do projeto na plataforma Catarse é

https://www.catarse.me/traducao_de_ending_aging

A partir do dia 6 de junho, o livro digital estará à venda no site da Amazon por um valor fixo. No projeto de financiamento coletivo está incluído um vídeo com participação do próprio Aubrey de Grey (assista  ao vídeo abaixo) e a tradução para o português dos dois primeiros capítulos já disponíveis como amostra  você confere aqui (https://endingagingfimdoenvelhecimento.wordpress.com).

Fonte: Nicolas Chernavsky/Fotos: divulgação

Deixe um comentário