Evento on-line discutirá alternativas para o cuidado com o envelhecimento – Veja como se inscrever

Especialistas debaterão como evitar a sobrecarga do sistema de saúde

Depois de dois eventos on-line que abordaram, respectivamente, o etarismo – que é o preconceito contra o idoso – e a empregabilidade dos maiores de sessenta anos, com sucesso de público, o Movimento Somos 60+ promoverá mais uma edição do Somos 60+ Encontros, dessa vez, em dose dupla: nos dias 8 e 9 de dezembro.

Agora é o momento de especialistas abordarem alternativas para o cuidado com o envelhecimento no Brasil e no mundo, por mais qualidade de vida e redução de desigualdades. Para isso, a organização do Somos 60+ Encontros elencou um time de peso de especialistas ligados ao mundo da saúde dos idosos e da gerontologia, que se apresentarão em dois dias de evento.

No dia 8, Martha Oliveira, médica e doutora na área de envelhecimento humano pela UERJ; Dr. Alexandre Kalache, médico, gerontólogo, presidente o Centro Internacional de Longevidade Brasil (International Longevity Centre Brazil – ILC-BR e co-diretor da Age Friendly Foundation; Euler Esteves Ribeiro, Reitor da Fundação Universidade da Terceira Idade; Renato Veras, Editor da Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia; Yussif Ali Mere Junior, médico e presidente da FEHOESP (Federação dos Hospitais do Estado de São Paulo) e a Dra. Melissa dos Santos, Médica com especialização em Geriatria pelo HC – FMUSP serão os convidados.

No dia seguinte (9), encerram a série de palestras, Dr Pedro Delgado, vice-presidente do Institute for Healthcare Improvement (IHI); Dra. María de Los Ángeles Ghersi, que atua com o projeto Abueladas4.0 e Eloir Edilson Simm, presidente da Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV).

O aumento da longevidade acarreta maior uso dos serviços de saúde, pressionando os sistemas de saúde pública e previdência, gerando mais custos e ameaçando a sustentabilidade do sistema. A alternativa para evitar a sobrecarga desse sistema é investir em políticas de prevenção de doenças, estabilização das enfermidades crônicas e manutenção da capacidade funcional. “Sabemos que o Brasil é um país que envelhece a passos largos e que precisamos cada vez mais de alternativas para que esse processo seja cada vez melhor, em todos os sentidos: pessoal, profissional, físico e social”, explica a fundadora do Movimento Somos 60+, Tânia Machado.

As inscrições podem ser feitas no link: https://www.sympla.com.br/saude–alternativas-para-o-cuidado-com-o-envelhecimento-no-brasil-e-no-mundo__1063608 e ainda arrecadará doações para a Unibes (União Brasileiro Israelita do Bem Estar Social), que atende crianças, adolescentes, idosos e famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social.

O evento será transmitido ao vivo, pelo canal do YouTube Somos 60 Mais (https://www.youtube.com/watch?v=hqiJEdyQDK4), a partir das 19h, tanto no dia 8, como no dia 9 de dezembro.

fonte – assessoria de imprensa

Deixe um comentário