Para neurologista, não informar o paciente sobre o diagnóstico do Alzheimer é desrespeito

Posted by
“Saber o diagnóstico precocemente permite que a pessoa com a doença de Alzheimer obtenha o máximo de benefício dos tratamentos disponíveis”, diz o doutor Willian Rezende do Carmo

 

Redação Plena

 
 
A Associação de Alzheimer divulgou seu relatório anual com fatos e números sobre a doença e revelou que apenas 45% das pessoas com a doença de Alzheimer, ou seus cuidadores, receberam o diagnóstico da doença diretamente do médico que acompanha o paciente. Em contrapartida, mais de 90% das pessoas com os quatro tipos de câncer mais comuns (mama, colorretal, de pulmão e câncer de próstata) afirmam que foram informados do diagnóstico por seus médicos.
 
“É de extrema importância respeitar a autonomia das pessoas, capacitá-las a tomar suas próprias decisões e reconhecer que as pessoas com a doença de Alzheimer têm todo o direito de discutir o rumo de seu tratamento. Quando o diagnóstico é divulgado, os pacientes podem entender melhor as mudanças que estão experimentando, maximizando sua qualidade de vida, e muitas vezes, desempenhando um papel ativo no planejamento para o futuro”, defende o neurologista, Willian Rezende do Carmo.
 
Benefícios da divulgação do diagnóstico de Alzheimer
 
De acordo com a Associação de Alzheimer, dizer à pessoa com Alzheimer a verdade sobre o seu diagnóstico deve ser prática corrente. A comunicação do diagnóstico pode ser feita de uma maneira sensível e solidária que evite sofrimento desnecessário.
 
“Com base nos princípios da ética médica, existe um consenso generalizado entre os profissionais de saúde que as pessoas têm o direito de conhecer e compreender seu diagnóstico, incluindo a doença de Alzheimer. Os resultados deste relatório acendem um alerta sobre a necessidade de mais educação, nesse sentido, para os estudantes de medicina e para os profissionais de saúde sobre como fazer a comunicação de um diagnóstico difícil de forma eficaz”, defende Willian Rezende.
 
Os benefícios de receber prontamente e claramente o diagnóstico da doença de Alzheimer foram estabelecidos em vários estudos. Os benefícios incluem um melhor acesso a cuidados médicos de qualidade, serviços de apoio, bem como a oportunidade para as pessoas com doença de Alzheimer de participar das decisões sobre os seus cuidados, incluindo o fornecimento de consentimento informado para planos de tratamento atuais e futuros. “Saber o diagnóstico precocemente permite que a pessoa com a doença de Alzheimer obtenha o máximo de benefício dos tratamentos disponíveis”, diz o médico.
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *