Quando o respeito aos mais velhos rende 1 milhão de visualizações

Posted by
Uma ação simples e de impacto do Comunica Que Muda, projeto digital de Comunicação de Interesse Público da agência nova/sb, repercutiu nas redes sociais por abordar de forma clara e tocante um assunto ainda muito pouco discutido no país: intolerância entre gerações
Redaçõ Plena
 
A intolerância entre gerações é um tipo de preconceito ainda pouco debatido no Brasil. Seja na grande mídia ou na mídia social, uma parcela pequena de conteúdo é voltada para discutir injustiças que as pessoas, sobretudo as mais velhas, sofrem em seu dia a dia. E é com o tema "Intolerância" (em suas diversas formas de se apresentar), que o Comunica Que Muda, projeto digital de Comunicação de Interesse Público da agência nova/sb, se destaca nas redes sociais. O vídeo "Respeitar os mais velhos" ultrapassou 1 milhão de visualizações totalmente de forma orgânica e viral, demonstrando a força e a necessidade de se refletir sobre o assunto.
 
 
O vídeo se apropria de um modelo usual na internet: uma colcha de retalhos de imagens conhecidas e que juntas remontam um novo roteiro. Nele é mostrado como as necessidades de jovens e idosos são mais parecidas do que imaginamos, revelando que as diferenças, na realidade, são muito pequenas. E é assim que a nova/sb consolida uma ação que desde o início do ano vem instigando a reflexão através de posts originais diários nas redes sociais – sobretudo no Facebook, Twitter, Instagram e Pinterest.
 
Comunicar Para Melhorar –  O Comunica Que Muda se debruça sobre a missão de suscitar a reflexão de cinco temas ainda tabus na sociedade: a descriminalização da maconha, os diversos tipo de intolerância, a produção de lixo, o uso de carros, e o suicídio. O segundo tema, que é o da intolerância, começou a ser trabalhado nas redes sociais em março deste ano. E a partir do monitoramento da reação dos internautas em comentários nas redes sociais que a nova/sb produziu um relatório que vai determinar um realista Mapa da Intolerância nas redes sociais no Brasil. A previsão é que este material seja lançado no início de agosto.
 
 
 
 

Deixe um comentário