Ver para ler, com afeto e alegria! Um incentivo à leitura

Posted by
Nós brasileiros lemos 1,7 livros per capita ano. E o ministro da Cultura ainda fica surpreso e indignado com isso. Bem vindo ao nosso Brasil, caro ministro! Vamos mudar essa realidade?

 

Por Wanderley Parizotto, economista e um dos fundadores do Portal Plena

 
Acabo de ouvir uma declaração do nosso Ministro da Cultura, Juca Ferreira, com muita tristeza. Ele ficou surpreso e indignado com o fato de nós brasileiros lermos 1,7 livros per capita ano. Que pena que a sétima economia do planeta não leia, ou o faz com muita parcimônia.
 
Maior pena é o Sr. Juca demonstrar tamanha insatisfação estando à frente do Ministério da Cultura de um projeto de governo que já aniversaria 13 anos.  Bem vindo ao nosso Brasil, caro ministro.
 
Nós não lemos. Brincamos também de ensinar. Temos um índice inaceitável de analfabetos funcionais, em todas as classes sociais.
O último exame do Enem, em seu quesito redação, demonstrou isso. A maior parte dos alunos não entendeu o objeto da redação.
 
É para ficar bem chateado, ministro. Você com a situação do país e nós com você pela sua ignorância da nossa realidade.
 
Mas há saída. Vi em Bogotá uma experiência formidável na entrega de livros à população. Livro perto das pessoas e de fácil acesso. Muito parecido com a experiência da Biblioteca São Paulo, que, aliás, está de parabéns. Livro é pra ler, fácil. Com afeto e alegria.
 
Que tal, ministro, entrarmos nesta história de leitura?
 
Como no Plena discutimos o envelhecimento, e a leitura é um fabuloso estímulo cognitivo ao cérebro e isto pode combater várias demências cerebrais da velhice, e se aliarmos a isso, o incentivo à leitura de crianças, juntando avós e netos  para lerem juntos com afeto e alegria, pode ser, que lá na frente, ministro, sua indignação seja menor.
 
 
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *