Você se aposentou e agora? Como encarar a ‘Era do Javali’?

A temporada após a aposentadoria e, mais, com o seu desligamento da empresa, vai ser um tempo em que você vai se decepcionar bastante. Veja a história de José Carlos.

José Carlos, 68 anos, até então diretor de marketing de uma empresa de publicidade que tem contas milionárias, vivia uma vida repleta de glamour, excitante e emocionante.

Ele, naturalmente, era homem poderoso que tomava decisões importantes, estratégicas, e que estava nos bastidores de negociações vultosas. Também influenciava as campanhas e  se relacionava, diariamente,  com clientes e fornecedores que o assediavam, oferecendo prêmios, presentes, entre outras ofertas quase irrecusáveis como viagens internacionais “para estar presente no sets de filmagem, para pesquisar novos mercados, prospectar clientes, fazer benchmarketing”…

E, mesmo que José declinasse da maioria de tais ofertas ou que aceitasse algumas somente quando fossem convenientes para a empresa,  em inúmeras oportunidades ele foi o centro das atenções e usufruiu de todo o prestígio que o cargo lhe emprestava.

E, mesmo dizendo saber intimamente que  tais regalias não  se dirigiam a ele e sim,  a seu cargo, no momento  em que ele se afastou, sofreu  pela falta do assédio bem como pelo fim das oportunidades que pudera vivenciar enquanto estava revestido pelo poder que o antigo cargo lhe proporcionava.

Diante disso, vale lembrar _ caso você esteja vivendo algo parecido com o relatado aqui  _ que uma das aprendizagens mais delicadas e mais benéficas para sua vida pós aposentadoria é esta: solte-se, deixe fluir e tente não ficar nas amarras dos tempos já findos.

Saiba que a temporada após a aposentadoria e, mais, com o seu desligamento da empresa,  será um tempo em que você vai se decepcionar bastante.

Você se aposentou… e agora? Como vivenciar esta nova fase da vida? (foto Pixabay)

Colegas que o tratavam por “irmão” vão esquecer que você existe. Relacionamentos nos quais você confiava, vão desaparecer. Aqueles convites que você recebia, vão deixar de chegar. Você vai viver um tremendo “esvaziamento” de poder e isto, além de acarretar consequências emocionais,  vai alterar tanto suas crenças quanto seu esquema de segurança pessoal.

Nesta fase você poderá sentir-se diminuído, relegado e esquecido. Na verdade, com o seu afastamento dos círculos de poder, com a perda dos colegas de trabalho, com o silêncio a seu redor e, também com a perda do sobrenome corporativo que sempre lhe abria portas, que o envolvia e trazia uma sensação de preenchimento interno, todo esse conjunto de perdas, enfim, pode conduzi-lo a um estado de descrença na humanidade e, o que é pior, descrença em relação a si mesmo.

Este texto faz parte do audiobook ‘A Era do Javali’ elaborado pela  Drª Ana Fraiman e no qual ela aborda questões relacionadas a muitas situações que podem existir na fase da pós aposentadoria. Se você quer saber como lidar com elas  acesse aqui.

Deixe um comentário