Um país que caminha para o fracasso total

Até onde este país poderá chegar com tanta ignorância?

Wanderley Parizotto*

Todo apoiador de Jair Bolsonaro é burro. Mal intencionado.

“Não queremos vacina, queremos cloroquina”. O que é isso, senão burrice?

Até onde este país poderá chegar com tanta ignorância?

Por que ser idiota é uma opção?

Porque é mais fácil.

Apoiar um bobão, desclassificado e fracassado é mais fácil.

No exército, expulso.

No congresso, um deputado inexpressivo.

Juntou em torno de si um monte de frustrados e virou presidente.

Um sujeito até o pescoço envolvido em corrupção.

É o líder dos fracassados. Dos evangélicos da Flordelis. Do Malafaia. Do Edir Macedo. Do pastor que vende feijão para curar fiéis da Covid-19. Dos católicos cujos padres desejam a morte de quem não vai à igreja por causa da pandemia.

Conseguiu ter os piores ministros da nossa história.

O país não tem como sair da crise, por falta de conhecimento.

Estamos indo rumo ao fracasso, por causa dos fracassados ressentidos.

“Não queremos vacina, queremos cloroquina”.

**Economista

Deixe um comentário