Pesquisa americana mostra que o Alzheimer é mais recorrente em mulheres

Orestes Forlenza comenta estudo segundo o qual, em comparação aos masculinos, os cérebros femininos apresentam maior concentração da enzima peptidase 11 específica da ubiquitina, conhecida como USP11  Jornal da USP A doença de Alzheimer, o tipo mais comum de demência, é reconhecida por afetar, principalmente, a população idosa. Um estudo

Continue Lendo

As coisas que melhoram com o envelhecimento – incluindo sexo e capacidade cognitiva

Pode parecer engraçado hoje, caso seja uma pessoa mais jovem. Mas isso vai acontecer com você também. Laura Plitt/Role, BBC News Mundo Com o passar dos anos, seu rosto se transformará. Ao redor dos olhos e acima dos lábios aparecerão as primeiras rugas sutis e delicadas. Mais tarde, elas se transformarão em sulcos profundos

Continue Lendo

Leitura, exercícios e receitas com azeite: idosa compartilha ‘segredos’ da longevidade ao completar 100 anos

Estrella Müller, de Piedade (SP), se tornou uma inspiração para todos que buscam entender os caminhos para envelhecer com dignidade e vitalidade. Em comemoração ao Dia do Idoso, ela compartilhou seus “segredos” para chegar bem aos 100 anos Maria Fernanda Silva* –  G1 Prestes a completar seus 101 anos e

Continue Lendo

Pesquisa mostra que mulheres idosas com risco de doença de Alzheimer podem se beneficiar da yoga

Os resultados foram publicados online no Journal of Alzheimer’s Disease. Rubens de Fraga Júnior* A yoga Kundalini, que se concentra na respiração, meditação e visualização mental, pode ser benéfica em mulheres idosas que apresentavam fatores de risco para a doença de Alzheimer, de acordo com um estudo da UCLA Health.

Continue Lendo

Políticas públicas devem assegurar envelhecimento de melhor qualidade às pessoas negras

Com menor acesso à saúde e maior exposição à violência, pessoas negras têm envelhecimento mais difícil do que pessoas brancas, aponta relatório; para pesquisador da USP, é necessário garantir o direito a uma longevidade autônoma e saudável Jornal da USP – Danilo Queiróz Envelhecer não é fácil para boa parte

Continue Lendo

Novos tratamentos para o Alzheimer: estamos perto da cura? Pesquisadora reflete sobre medicamentos anunciados recentemente

A pesquisadora da UFScar, Marcia Regina Cominetti*, escreve sobre novos tratamentos e a eficácia do  medicamento Lecanemab que, recentemente obteve  aprovação  da Food and Drug Administration (FDA), agência americana reguladora de alimentos e medicamentos. Desde que a doença de Alzheimer foi descoberta pelo médico alemão Alois Alzheimer, em 1906, vários tratamentos foram desenvolvidos para

Continue Lendo