Doença de Alzheimer

13 dicas para lidar com a agressividade em portadores de Alzheimer

Posted by
Ações agressivas dos portadores de Alzheimer  podem ser atribuídas a muitos fatores, como dores, cansaço, remédios e um ambiente exigente. 

 

Redação Plena

Entre as situações vividas por familiares e cuidadores de doentes de Alzheimer, certamente os momentos de agressividade são os que exigem mais sensibilidade por parte de todos.

Ações agressivas do idoso podem ser atribuídas a muitos fatores, como dores, cansaço, remédios e um ambiente exigente.
O importante, nestes momentos, é saber como agir para que o doente se acalme e permaneça seguro!
O site do CONAZ – Congresso Nacional de Alzheimer – listou 13 super dicas para lidar com a agressividade dos portadores de Alzheimer.
Uma delas aconselha a não enfrentar o idoso e nem pedir explicações. Também é importante manter a calma e não gritar ou provocar o doente – nem mesmo levantar o seu tom de voz.
Uma postura empática e receptiva também é importante. Dar um sorriso pode ser a melhor forma de evitar uma crise de agressividade.

Veja abaixo todas as dicas:

1 – Não enfrente o idoso e nem peça explicações. Também é importante manter a calma e não gritar ou provocar o doente – nem mesmo levantar o seu tom de voz.

2- Adote uma postura empática e receptiva. Dar um sorriso pode ser a melhor forma de evitar uma crise de agressividade.

3- Busque sempre o contato visual e aproxime-se do idoso aos poucos. Também é importante mostra-se solicito, perguntando ao idoso o que está acontecendo e se você pode ajudá-lo de alguma forma. Lembre-se de nunca realizar movimentos bruscos perto do doente, e muito menos tocá-lo sem que ele esteja esperando.

4- Tente antecipar esses quadros de agressividade, estando preparado para lidar com cada situação.

5 -Não o apresse na realização das atividades do dia a dia, na hora das refeições ou ao escovar os dentes, por exemplo. Isso pode deixá-lo irritado e aborrecido.

6- Você deve pensar nessas crises de agressividade como frutos da doença. Não fique triste ou irritado com o idoso por causa de seus descontroles, lembre-se de que é o Alzheimer agindo no corpo do doente.

7- Quando o doente estiver nervoso, procure chamar sua atenção para algo que possa acalmá-lo, como o som de uma música da qual ele goste. Retirar o idoso daquele ambiente para dar um passeio também é uma boa opção.

8- Evite cobranças e exigências aos doentes de Alzheimer. Forçá-los a realizar alguma tarefa, por exemplo, pode desencadear um acesso de raiva.

9- Em casos de crises de agressividade, procure desligar todos os estímulos sonoros e visuais, deixando o ambiente tranquilo e calmo para que o doente consiga se recuperar.

10- Sem deixá-lo ainda mais nervoso, procure saber qual o motivo daquela reação tão agressiva – para evitar que esta situação se repita no futuro.

11- Se o idoso estiver muito agressivo, retire do ambiente todos os objetivos pontiagudos e que possam causar algum ferimento – nele mesmo e em você.

12- Evite repreender o doente de forma brusca. Quando possível, procure sempre fazer elogios.

13 – Caso as crises de agressividade se tornem frequentes, busque a ajuda de um médico.

(fonte: Conaz)

Deixe um comentário