Depressão: doença atinge anônimos e famosos, sem distinção. Veja como se ‘proteger’.

A depressão é uma doença  ainda  pouco compreendida pela sociedade em geral, que afeta o estado de humor e reduz a capacidade de sentir satisfação ou prazer com as coisas da vida. Hoje, segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria, a depressão acomete cerca de 15% dos brasileiros, com maior incidência entre pessoas de 20 a 30 anos e acima dos 60 anos.

Porém, um dado da Organização Mundial da Saúde (OMS) é ainda mais alarmante: a doença deverá ser, até 2030, a segunda maior causa da perda de qualidade de vida no mundo.

Até mesmo pessoas famosas como Paula Fernandes, Padre Fábio de Melo, Whinderson Nunes, Alok, Adele e até o comediante Jim Carrey, não estiveram imunes e assumiram publicamente ter depressão, mostrando que é uma doença muito mais comum, frequente e séria do que a maioria das pessoas imagina e que ninguém está isento de passar por isto.

 Imagem – divulgação.

Conheça o problema

Em uma de suas reflexões filosóficas sobre a depressão, o filósofo, escritor, jornalista e pesquisador, Fabiano de Abreu, define a importância de se perceber verdadeiramente do que se trata esta doença, como forma de evitar pré julgamentos equivocados: “este é o tipo de sentimento que só sabe realmente os seus sintomas quem tem ou teve, pois, é tão grave e pode ser tão intenso, que pode levar a morte. Em busca dos holofotes, há quem diga que depressão é coisa da cabeça. No entanto, isso é uma grande fake news de julgadores que, a meu ver, são pessoas que não compreendem nem a si mesmas e não tem a possibilidade profissional e intelectual de compreender o que realmente é a depressão; e logo julgam de forma ansiosa e precipitada a questão”.

Como surge a depressão

Segundo o filósofo, a depressão surge como um acúmulo de problemas não resolvidos: “Devemos tentar combater a solidão resolvendo os pormenores que, em seu somatório, podem  levar à depressão. Pois, quando chega, dependendo da gravidade, somente através de tratamento com profissionais da área médica é possível superá-la, podendo se tornar algo fora de controle quando está impregnada em nossa mente. A depressão é o acumulo de tristezas que podem ser ocasionadas por uma tristeza inicial mal resolvida que se potencializa e, ao se potencializar, projeta em nossas demais tristezas também uma potência, além de criar mais tristezas, multiplicando-se, como um cancro que se espalha. E assim todos estes sentimentos e tristezas potencializadas formam a depressão”.

O filósofo e pesquisador Fabiano de Abreu. Imagem: divulgação

Como combater a depressão

Fabiano de Abreu traz também 10 conselhos, aparentemente muito simples, que podem ser muito eficazes para prevenir e combater a depressão. Confira:

1 — Veja o lado positivo de tudo

Tudo na vida tem um lado positivo. Até  os acontecimentos ruins têm um lado positivo e se não é possível ver no presente, lá na frente descobriremos. Basta um pouco de criatividade para encontrá-lo e assim buscar o alívio necessário para não sofrer. 

2 — Resolva a sua tristeza 

Resolva a sua tristeza para que ela não se potencialize e assim potencialize as demais tristezas que, acumuladas, podem se transformar em uma depressão.

3 — Resolva os seus problemas 

Não protele os seus problemas. Nossos problemas existem para serem resolvidos. 

4 — Tudo na vida passa 


Tenha ciência e convicção de que tudo na vida passa. Não tome medidas impulsivas, já que tudo se transforma, se modifica. 

5 — O passado já passou


Não se prenda ao passado. Viva  melhor seu presente para que no futuro tenha as melhores recordações. 

6 — Autorreconhecimento 


Faça um autorreconhecimento para saber lidar melhor com todo o universo, assim você saberá valorizar suas qualidades e superar seus defeitos.

7 — Desabafo de confiança 

Desabafe sobre o que te incomoda ou deixa você triste com pessoas da sua confiança. A opinião do outro pode ajudar ou causar alívio. 

8 — Ocupe o seu tempo 

Ocupe o seu tempo para cumprir as suas metas: sejam elas profissionais ou para o bem-estar físico.

9 — Aja agora 

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje, ou o marasmo e a falta de acontecimentos e resultados poderão resultar em depressão. 

10 — Transforme sentimentos e emoções

Use a sua ansiedade para ocupar o seu tempo com coisas úteis. Use a sua ira para transformá-la em criatividade, para que assim você obtenha novas conquistas. Deste modo, não terá tempo de pensar nas coisas ruins da vida e terá mais momentos felizes e de plenitude.

(imagem de abertura : Jim Carrey;  Adele; Pe. Fábio de Melo; Alok e Paula Fernandes – todas as fotos são do Wikimedia Commons)

Deixe um comentário