Portal Plena

Homens mais velhos com mulheres mais jovens: busca pela juventude eterna? Ou simples ilusão?

Evaine - June 6, 2010

O filósofo, poeta, escritor, psicanalista e jornalista, Fabiano de Abreu considera a jovialidade eterna como uma busca para a ‘Terra do Nunca’

Já se perguntou o porquê de homens que querem se reafirmar socialmente se relacionarem, no geral, com mulheres mais jovens? A resposta segundo o filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu está na busca pela imagem de jovialidade que parceiras mais novas trazem aos maridos.

Porém, esta prática é ilusória e pode impedir que esse homem evolua emocionalmente. “Querer fugir para a ‘Terra do Nunca’ e mascarar as marcas do tempo ao se relacionar forçadamente com a juventude é negar a si mesmo a possibilidade de se tornar a sua melhor versão. Aparentar não é ser”, defende Fabiano.

Para ele, há velhos maduros e imaturos e isso os diferencia em um relacionamento com uma mulher mais nova. O homem maduro quando se apaixona por uma mulher mais jovem se sente desconectado demais para ser feliz, pois com o passar dos anos sente que não mais conseguirá acompanhar as vontades infantis da parceira em questão.

Já o homem “velho imaturo” muitas vezes, busca se relacionar com uma pessoa muito mais jovem para que lhe sobre olhares, para que seus amigos o invejem, para que possa se auto afirmar diante da sociedade.

Isso não quer dizer que o amor em idades diferentes não possa acontecer de forma verdadeira. “Esse tipo de relacionamento funciona quando ambos vivem a realidade que suas idades exigem. Não quando um tenta ter a idade que o outro tem ou quer negar que o tempo passou”, defende.

A negação impede o crescimento emocional. “Essa atitude se revela em diversos comportamentos que assumem durante o decorrer da vida. Um exemplo claro é quando tentam iludir a mente e esconder a verdade da idade que possuem. Passam a plastificar a imagem corporal, e disfarçar o desgaste do tempo, investindo muito tempo e dinheiro na moldura estética”, analisa.

Aceitar que já foi jovem uma vez, e não o será mais é para Fabiano uma prova de hombridade. “Devemos desfrutar dos anos e das mudanças que vem com eles, procurando ser feliz em cada uma delas”, aponta.

Aceitar que já foi jovem uma vez, e não o será mais é para Fabiano uma prova de hombridade. “Devemos desfrutar dos anos e das mudanças que vem com eles, procurando ser feliz em cada uma delas”, aponta.

Jovialidade para quem pode pagar

Botox, preenchimentos, harmonização facial, implante capilar, lentes de contato, clareamento dental, e tantos outros procedimentos, permitem que homens e mulheres rejuvenesçam quase 10 anos na aparência com um débito substancialmente expressivo em suas contas bancárias. “A juventude está a venda para aqueles que possuem capital financeiro suficiente para comprá-la.”

Tais mecanismos, porém, não passam de uma autoenganação pois o tempo não vai parar só porque o corpo e o rosto aparentam ser mais jovens. O relógio biológico e cronológico é o mesmo, aponta o filósofo e escritor.

Para Fabiano, o maior problema nem está nas intervenções estéticas, mas sim em como elas começam a afetar a percepção sobre a vida. “Enquanto o tempo passa, nem sempre temos o discernimento e a compreensão do que de fato têm a importância e que virará memória, para se transformar em história: a nossa história. Há quem atravesse o tempo e queira cristalizar uma aparência como se vivêssemos na Terra do Nunca, esse lugar mítico onde poderemos ser eternamente jovens, onde o tempo NUNCA nos tocará e a vitalidade e a juventude serão eternas”.

Aceitação

De acordo com a análise do filósofo e psicanalista, homens que se relacionam com mulheres mais jovens apenas pela aparência são extremamente inseguros, e com frequência, não querem assumir o peso da responsabilidade da maturidade em todas as suas formas. Porém, amadurecer é se responsabilizar, formar um caráter íntegro, e se desenvolver emocionalmente, defende.

Aceitar que já foi jovem uma vez, e não o será mais é para Fabiano uma prova de hombridade. “Devemos desfrutar dos anos e das mudanças que vem  com eles, procurando ser feliz em cada uma delas”, aponta.

fonte: assessoria de imprensa/ imagem de abertura – Foter.com/Heeding the Muses